quinta-feira, 28 de maio de 2020

Heleno diz que hipótese de intervenção militar só existe 'na cabeça da imprensa'

Heleno diz que hipótese de intervenção militar só existe 'na cabeça da imprensa'
O ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, afirmou na manhã desta quinta-feira (28) que uma intervenção militar só é ventilada pela imprensa, mas que nenhum integrante do governo admite a hipótese.


"Intervenção militar não resolve nada. Ninguém está pensando nisso. Não houve esse pensamento nem da parte do presidente, nem da parte de nenhum dos ministros. Isso só tem na cabeça da imprensa. A imprensa está contaminada com isso, não sei por que", disse Heleno a jornalistas.

Heleno ainda criticou novamente a possibilidade do celular do presidente Jair Bolsonaro ser apreendido. A discussão sobre o assunto começou quando o ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu o parecer da Procuradoria-Geral da República (PGR) sobre um pedido de apreensão do celular do presidente.

"No momento em que há uma manifestação, não sei nem de quem, de uma possibilidade de ser apreendido o celular do presidente da República, se ficarmos calados, eu principalmente, que sou responsável pela segurança institucional, parece que estou concordando. E sou absolutamente contra, isso não pode nem ser ventilado", falou o ministro Augusto Heleno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário