sexta-feira, 8 de maio de 2020

SALVADOR : Prefeitura dará máscaras, álcool em gel e cadeiras para população em filas da Caixa

Prefeitura dará máscaras, álcool em gel e cadeiras para população em filas da Caixa
O prefeito ACM Neto (DEM) anunciou nesta sexta-feira (08) que a partir da próxima semana a prefeitura acompanhará todas as filas formadas nas 46 agências da Caixa Econômica Federal em Salvador. A medida visa impedir que as grandes filas virem aglomerações e o coronavírus se espalhe mais facilmente pela cidade, como vem acontecendo nas últimas semanas.

A Caixa Econômica é por onde a população de todo o país pode sacar os benefícios federais para o coronavírus, como o chamado coronavoucher, um auxílio de R$ 600 por mês para autônomos.

De acordo com o prefeito, a ação contará com 160 guardas municipais. A gestão municipal distribuirá máscaras para todos que estiverem na fila e higienizará a mão dos clientes do banco com álcool em gel.

Além disso, a temperatura de todos os presentes será medida pelos guardas de modo a identificar possíveis contaminados com a Covid-19. Pessoas do grupo de prioridade ainda terão cadeiras disponibilizadas pela prefeitura para não precisarem ficar em pé, segundo Neto.

“Essa ação não é apenas uma ação de levar a Guarda para fisicamente ordenar a fila, é uma ação que vai além, uma ação de apoio, suporte, orientação, educação e conscientização desse numero enorme de pessoas que diariamente precisam ir à Caixa ou para receber o benefício de apoio do programa federal ou o Salvador por Todos, que é o benefício da prefeitura, ou o Bolsa Família, ou o seguro-desemprego, ou até o salário. A nossa ideia é que todos esse fluxo aconteça de maneira ordenada”, falou ACM Neto.

O prefeito também criticou a gestão diretora da Caixa por não pensar em soluções para a formação de grandes filas nas agências de todo o país. Segundo Neto, a Caixa “apostou em ferramentas como aplicativos”, enquanto “boa parte dos beneficiários são pessoas muito pobres, que não tem celular, as vezes, e se tem celular não tem internet”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário