terça-feira, 23 de junho de 2020

Pastor prega contra judeus e pede novo holocausto: “Deus, massacra eles”; veja vídeo




Tupirani da Hora Lores, condenado em 2012 por intolerância religiosa, também já pregou contra homossexuais. "Pode e deve discriminar", disse


O pastor da Igreja Pentecostal Geração Jesus Cristo, no Rio de Janeiro, Tupirani da Hora Lores, voltou a pregar contra judeus neste mês. O pastor, que foi condenado em 2012 por intolerância religiosa, pediu a Deus em culto que “massacre” os judeus como na Segunda Guerra Mundial.
“Deus da igreja, massacra eles. Que sejam envergonhados como na Segunda Guerra e não consigam forças para levantar. Malditos sejam os judeus, que cuspiam e continuam assassinando Jesus Cristo até hoje”, disse Tupirani.
“Pisa-os como vermes que são. Está escrito, nem judeu, nem grego, nem troiano. Para Deus, o que importa é uma nova criatura”, continuou.
Em resposta, a organização brasileira Sinagoga Sem Fronteiras apresentou uma denúncia contra o pastor na Polícia Federal. Por sua vez, o Centro Simon Wiesenthal Latinoamerica, com sede em Buenos Aires, também cobrou do governo brasileiro que tome medidas contra Tupirani.
Em 2012, o pastor e um de seus discípulos foram condenados pela 20ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) por difundir discriminação religiosa na internet.
De acordo com o TJ-RJ, eles pregavam através de blogs o fim da Igreja Assembleia de Deus e atacavam judeus e outras religiões, caracterizando-as como “seguidoras do diabo” e “adoradoras do demônio”.
Em outro vídeo, Tupirani aparece pregando contra homossexuais. “Homossexualismo é possessão demoníaca. Fica essa mentalidade de que é normal dentro dos colégios, que não pode discriminar. Pode e deve discriminar. Se eu tivesse uma empresa, eu não admitiria um homossexual”, afirma.
Confira:

fonte: revista Fórum 


PASTOR BRASILEIRO ORA POR UM NOVO HOLOCAUSTO


Tupirani da Hora Lores, em cerimônia religiosa no Rio de Janeiro, ora para que Deus repita o que fez na Segunda Guerra Mundial e massacre todos os judeus.



É muito amor cristão! 1/3
https://


24 pessoas estão falando sobre isso


A organização Sinagoga sem Fronteiras apresentou uma denúncia à Polícia Federal contra o pastor que, em sua loucura, se comporta como uma criança mimada e birrenta pedindo à deus que realize suas maldades.


"Um fascista sempre sabe quem deve morrer. E nunca é ele." 2/3
O pastor em questão, que já foi condenado por intolerância religiosa, é o mesmo que aparece em outro vídeo disseminando ódio à homossexuais.


Lembrando q o livro d Levítico, q condena um homem deitar-se c outro homem... também condena comer carne, cortar cabelo e por aí vai! 3/3


Veja outros Tweets de Victor Fabretti

Nenhum comentário:

Postar um comentário