segunda-feira, 17 de agosto de 2020

MP vai investigar se grupos tentaram pressionar avó de menina estuprada a não autorizar aborto

MP vai investigar se grupos tentaram pressionar avó de menina estuprada a não autorizar aborto
A Promotoria da Infância e da Juventude de São Mateus, no Espírito Santo, vai investigar se pessoas ligadas a grupos políticos foram até a casa onde mora a menina de 10 anos que foi estuprada para pressionar a avó dela a não autorizar o aborto. A criança vivia com os avós. Além disso, o MP-ES também vai investigar áudios de conversas de pessoas que estariam pressionando a família a não interromper a gravidez.

“E essa equipe que eu tô colocando à disposição da senhora é uma equipe de especialistas, médicos, ginecologistas, médicos que sabem lidar com esse tipo de situação. E tão dando toda a garantia que fazer o que eles querem fazer agora é mais risco do que levar a gestação à frente e fazer uma cesárea com anestesia, com tudo correto, entendeu?”, teria dito um homem, segundo reportagem do F

Nenhum comentário:

Postar um comentário