segunda-feira, 26 de outubro de 2020

Candidata a vereadora de SAJ nega acusações de agressão e ameaça de morte a Dani Fidelis e rebate: “estou sentindo nojo dessa mulher”

-
Foto: Redes Sociais

 


Após a candidata a vereadora da cidade de Santo Antônio de Jesus Daniela Fidélis (PSB) denunciar em suas redes sociais, uma agressão e ameaça de morte por parte da também candidata a vereadora Andreia Novaes (PSL), a mesma procurou o Voz da Bahia e afirmou estar surpresa com essa denúncia.


Segundo Andreia, as acusações não são verdadeiras, “o que houve foi uma conversa no qual eu questionei ela algumas situações que estava acontecendo e que não eram para acontecer, pois estamos em um mesmo objetivo: o objetivo de levar a mulher aonde ela quiser, o objetivo de eleger o prefeito do mesmo partido. Eu fico muito triste com a capacidade de um ser humano ter a falsidade de fazer um vídeo como aquele, um vídeo forte e confesso a você que eu nunca esperei isso”, disse.


Durante a entrevista, Andreia pede que a vereadora Daniele Fidelis prove as acusações no qual foram feitas, ” ela me acusa de ter a agredido verbalmente, ela tem que provar isso, mas o que mais me incomoda não nessa situação, é ela tem usado meu filho, dizer que meu filho estava portando arma de fogo. Eu estou criando um cidadão de bem, meu filho já está no sexto semestre de medicina, eu estou criando uma pessoa para salvar vidas e não tirar vidas. Arma de fogo sem porte é bandidos, então ela vai ter que provar nos tribunais sobre isso que ela disse, porque o meu filho não é bandido. O que mais me incomoda não é não vencer uma eleição, o que me incomoda é ela denegrir a imagem do meu filho que o meu bem maior o meu bem precioso”, desabafa. A candidata do PSL afirma que irá entrar com ação judicial e já registrou o boletim, assim como a outra parte

Andreia explica ao Voz da Bahia que teria conversado com a candidata Daniela sobre suas atitudes diante da corrida eleitoral, “ela já vem fazendo provocações. Não só eu que estou reclamando do jeito sorrateiro, rasteiro que ela está fazendo a política, eu acredito que todos os vereadores têm direito de visitar a qualquer empresa, você pode já ter escolhido seu candidato e eu posso chegar até você, ela pode, todo mundo pode, mas tem que saber como chegar, tem que chegar com respeito e não é o que ela vem fazendo. Eu, simplesmente já a conheço, nós cursamos Administração juntas e eu achei por sermos do mesmo grupo, que eu tivesse a liberdade de conversar com ela, não era necessário fazer o que ela fez, mas enfim, a justiça está aí, eu também estou buscando a justiça e está aí para apreciação popular. Eu tenho minha caminhada, ela tem a caminhada dela, está aí para as mulheres de família de Santo Antônio de Jesus avaliar a pessoa de Andréa Novaes e a pessoa que eu não quero nem citar o nome, pois estou sentindo nojo, eu estou sentindo nojo dessa mulher, esse é meu sentimento de revolta, enojada, completamente enojada.  Eu estou fazendo as minhas movimentações, era um momento da gente está mostrando para a população nossos projetos, os nossos objetivos e agora estou perdendo tempo para se defender, estou enojada”, declarou.




Nenhum comentário:

Postar um comentário