terça-feira, 29 de dezembro de 2020

Bombeiros usaram retroescavadeira e cortaram tubulação para resgatar menino que caiu em bueiro de Salvador

 


Garoto de 8 anos caiu em buraco no sábado e ficou no local por mais de 3 horas. Ele foi resgatado apenas com ferimentos leves.


O Corpo de Bombeiros precisou usar retroescavadeira e até cortar uma tubulação para resgatar o menino de 8 anos que caiu em um bueiro na noite de sábado (26) no canteiro central da Avenida Vasco da Gama, em Salvador (veja acima o vídeo do resgate). Marcos Vinícius ficou preso no local por mais de três horas, mas sofreu apenas ferimentos leves.

Segundo informações de testemunhas, o garoto brincava com os amigos, quando sumiu. Um homem passou pelo local e o ouviu pedir socorro. Além dos bombeiros, uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi até o local.

No resgate, os bombeiros tentaram içar Marcos Vinícius, conhecido como Gubi, mas o menino estava preso por um pedaço de madeira que estava atravessado na tubulação.

Mãe e tia acompanharam resgate

Uma tia e a mãe do garoto estiveram no local para acalmá-lo. A mãe, que é vendedora ambulante, passava pelo local, quando soube que o filho estava preso no bueiro.

"Pra mim ele foi pegar alguma coisa, e aí ficou preso. Eu quero que tire meu filho daí, só quero ele vivo. Meu filho é tudo para mim, eu só quero que tire ele desse buraco", disse a mulher durante o resgate.

Com o passar do tempo, o garoto começou a ficar com medo, e médicos do Samu usaram oxigênio para acalmar a respiração da criança durante o resgate. Bombeiros chegaram a descer no bueiro para retirar a criança, mas não não conseguiram.

Escavação para fazer resgate

Sem conseguir tirar o menino por cima, os bombeiros precisaram a cavar pela lateral do bueiro. Eles começaram usando ferramentas, mas precisaram de uma retroescavadeira que era usada em uma obra na esquina da Av. Vasco da Gama. A via precisou ser bloqueada para a chegada da retroescavadeira.

A escavação começou por volta das 21h, quando o garoto já aguardava havia duas horas preso no bueiro. O trabalho do operador da máquina precisou ser minucioso, para não machucar o menino. Um engarrafamento enorme se formou na Vasco da Gama, sentido orla, e a avenida precisou ser interditada para continuidade da operação.

G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário