sexta-feira, 25 de dezembro de 2020

Bruno Covas sanciona aumento de mais de R$ 11 mil no próprio salário


Bruno Covas sanciona aumento de mais de R$ 11 mil no próprio salário

O prefeito Bruno Covas (PSDB), reeleito para o mandato que tem início em 2021, sancionou, nesta quinta-feira (24), o reajuste de 47% no próprio salário. O novo valor, R$ 35.462,00, passará a valer a partir de janeiro de 2022.

Com a publicação no Diário Oficial do município, o prefeito sanciona o projeto de lei aprovado em segunda votação na quarta-feira (23) na Câmara dos Vereadores. O PL teve 34 votos a favor do aumento e 17 contra, além de uma abstenção.

Além do salário do titular da prefeitura, a lei 17.543, de 23 de dezembro de 2020, também estabelece novos salários para o vice-prefeito (de R$ 21,7 mil para R$ 31.915,80) e para secretários municipais (de R$ 19.340,40 para R$ 30.142,70).

Durante a votação na Câmara, o projeto recebeu críticas de alguns parlamentares que afirmaram que este não é o momento de apresentar propostas de reajuste devido a pandemia do novo coronavírus. Eles lembraram que os vereadores reduziram em 30% as verbas de gabinetes e os próprios salários antes mesmo da Assembleia Legislativa.

O reajuste do salário do prefeito muda o teto para o salário do funcionalismo público municipal e, assim, deve gerar um efeito em cascata aumentando salários de algumas categorias.

Procurada, a prefeitura afirmou em nota que o teto salarial do município "está defasado desde 2012, ano da última correção." Segundo o texto, o aumento de 47% é menor que a defasagem. "Nesse período, que completa 8 anos, a inflação acumulada chegou a 63,11% pelo IPCA e 100,41% pelo IGP."

Nenhum comentário:

Postar um comentário