sábado, 23 de janeiro de 2021

Rodrigo Chagas projeta jogo decisivo para manter Vitória na Série B: 'Vamos dar a vida'


Rodrigo Chagas projeta jogo decisivo para manter Vitória na Série B: 'Vamos dar a vida'

Faltando apenas duas rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro Série B, o técnico Rodrigo Chagas está confiante do seu trabalho junto com o Vitória e as chances de manter a equipe na Segunda Divisão da competição nacional. Em entrevista ao programa BN na Bola da rádio Salvador FM 92.3, apresentado por Emídio Pinto, Glauber Guerra e Ulisses Gama, o treinador falou sobre assumir a equipe em um momento de crise e a expectativa para a grande partida que decide o rumo do Leão na temporada de 2021 no futebol nacional.

 

“Muitas pessoas, para dizer a verdade, me pediram para que eu não assumisse nesse momento. Eu disse que não, até porque a oportunidade não escolhe hora, momento, nem lugar e eu trabalhei esperando a oportunidade, independente do momento que o clube estivesse”, declarou Rodrigo Chagas sobre sua efetivação no time principal no mês passado. 

 

A missão do técnico com o Rubro-negra no momento é garantir que a equipe permaneça na Série B. Vivendo momento de tensão com o Leão na briga para não ser rebaixado, o treinador falou sobre o sentimento de ter que apoiar o time como comandante. “Em muitos jogos a adrenalina foi como se eu estivesse jogando. O que é pior, porque dentro de campo eu posso tentar resolver a situação jogando, tentando fazer o que é melhor, e de fora você tem que jogar diferente", explicou. “Eu sou torcedor do Vitória, todo mundo sabe, ex-atleta do clube, a torcida tem em mim um ídolo, então minha responsabilidade é muito grande”, completou. 

 

Sobre a atual situação da equipe, faltando apenas duas rodadas para o fim do campeonato, Rodrigo Chagas diz estar confiante sobre os próximos resultados, mesmo com a equipe na primeira posição fora do Z4. “Está sendo um momento difícil. Hoje o Juventude teve um resultado positivo, no finalzinho do jogo, e favoreceu a gente (leia mais), e a gente joga precisando de pelo menos um empate, mas a gente nunca pensa em empatar. Eu penso sempre em entrar para ganhar”, destacou o técnico do Vitória.

 

A equipe entra em campo na próxima terça-feira (26) contra o Botafogo-SP, que já está rebaixado para a Série C, mas o treinador destaca que todo cuidado é pouco para garantir pelo menos três pontos e respirar na classificação. “A gente tem que ser cauteloso, expressivo, inteligente, porque é um jogo muito importante. E quero mais que tudo dar resposta e tranquilidade para a nossa torcida. Se Deus quiser, a gente vai fazer um ótimo jogo e sair com o resultado positivo”, pontuou. 

 

“Eu sou um cara que jogo para ganhar, os atletas têm essa ideia minha, e a gente vai buscar isso a todo momento. Os caras tá indo sem responsabilidade nenhuma porque já caíram, mas nós temos que ter todo cuidado possível nesse jogo, porque a gente não pode dar margem para o adversário, pelo contrário, toda a atitude tem que ser nossa. Esse é o momento, o grande dia D do nosso ano, a nossa final de Copa do Mundo, o jogo que vamos dar a vida”, completou o treinador. 

 

Com 42 pontos na tabela da Série B, o Vitória ainda possui dois jogos antes de finalizar o Campeonato Brasileiro, enquanto o Figueirense, que vem logo abaixo do Leão, na primeira posição do Z4, está com 39 pontos e um jogo a menos. Sendo assim, o time baiano precisa, nos dois próximos duelos, garantir pelo menos um empate, somar 43 pontos e se garantir na 16ª colocação.  

 

O duelo contra o Botafogo-SP acontece no Barradão, às 21h30. O visitante ocupa a 19ª posição da tabela com 34 pontos.

por Milena LopesFoto: Enaldo Pinto

Nenhum comentário:

Postar um comentário