quinta-feira, 21 de janeiro de 2021

Sucesso da Lagoa dos Dinossauros obriga prefeitura de Salvador a restringir visitação

Sucesso da Lagoa dos Dinossauros obriga prefeitura de Salvador a restringir visitação

Inaugurada no início do mês de janeiro, a Lagoa dos Dinossauros, no Stiep, em Salvador, tem atraído um número significativo de pessoas. O fato preocupou a prefeitura de Salvador diante da pandemia da Covid-19 e do crescimento de casos na segunda onda de contaminação vivida pela Bahia. Diante disso, as visitas passarão a ser controladas e o número de pessoas no parque será restringido.

 

Os visitantes que quiserem passear na Lagoa nas sextas e sábados terão que agendar a visita através de um site disponibilizado pela prefeitura . Além disso, a duração do passeio nesses dias é de no máximo 30 minutos.

 

O anúncio foi feito pelo prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), nesta quarta-feira (20), durante anúncio de medidas de combate ao coronavírus na cerimônia que também marcou o início do segundo dia de vacinação contra a Covid-19.

 

“Nós inauguramos esse equipamento logo no início da gestão, na primeira semana de janeiro, virou um verdadeiro sucesso, a prefeitura vem dando todo apoio, toda equipe, mas o desejo das pessoas, principalmente agora nesse período de verão, mesmo com aulas suspensas as crianças que estavam tendo aula remota estão de férias, então passou a ter uma procura muito grande e nós estamos organizando o acesso”, justificou Bruno Reis.

 

O sistema de agendamento é semelhante ao que foi utilizado no período do Natal para a visitação a Vila Natalina do Campo Grande. O interessado precisa preencher o CPF e informar se fará a visita com crianças de até 12 anos, além de preencher uma ficha rápida com outros dados pessoais e de contato.

 

O prefeito especificou que o limite de pessoas simultâneas em cada horário é de 200. Esse também é o limite de público simultâneo de segunda a quinta, só que, nesses dias, o controle de fluxo continua sendo feito sem agendamento, no próprio local, pela equipe da Secis e com apoio da Guarda Civil Municipal (GCM).


Foto: Jefferson Peixoto/Secom    POR Jade Coelho

Nenhum comentário:

Postar um comentário