quinta-feira, 11 de fevereiro de 2021

Vacinação dos primeiros grupos prioritários na Bahia pode demorar até 3 meses: ‘envio de doses a conta-gotas’

 

[Vacinação dos primeiros grupos prioritários na Bahia pode demorar até 3 meses: ‘envio de doses a conta-gotas’]

A vacinação dos primeiros grupos prioritários na Bahia, que deveria ser encerrada em um mês, deve demorar cerca de três meses. A estimativa é do secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas.

Em entrevista; Agora nesta quarta-feira (10), na Piatã FM, ele reclamou da demora do governo federal em mandar novas doses das vacinas contra o coronavírus e de liberar imunizantes como a russa Sputinik V.

“A vacinação está caminhando tranquilamente na Bahia, salvo raras exceções. Semana que vem devem haver novos ressuprimentos, mas a conta-gotas. Deveríamos concluir na sexta-feira a vacinação dos primeiros públicos prioritários, mas como o governo federal não enviou as 450 mil vacinas necessárias, pode demorar três meses o que seria feito em um mês”, criticou Vilas-Boas. 

O atraso prejudicará a imunização de toda a população brasileira. Se o tempo inicial estimado de imunização era de 18 meses, essa estimativa pode se alargar a perder de vista.

“Tivemos falhas no ano passado na atuação do governo federal nessa questão das compras das vacinas e dos acordos comerciais, mas hoje percebemos por parte do Ministério da Saúde um esforço para correr contra o tempo perdido, fazendo pré-acordos de aquisição antes de sair o registro, mas infelizmente a nota negativa ainda é a Anvisa, que ainda não permitiu que tivéssemos acesso rápido às vacinas”, acrescentou. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário