OLIMPÍADAS


sábado, 19 de junho de 2021

Convênio entre prefeitura de Salvador e Cimatec viabiliza editais em sustentabilidade

Convênio entre prefeitura de Salvador e Cimatec viabiliza editais em sustentabilidade

A prefeitura de Salvador firmou nesta sexta-feira (18) um convênio de R$2 milhões com o Senai/Cimatec. Em comunicado enviado à imprensa, a gestão municipal indicou que “o objetivo é fomentar, através de chamadas temáticas, o desenvolvimento de novos produtos, processos e serviços inovadores voltados à economia de baixo carbono, além de incentivar empreendedores à retomada da economia na capital”.

 

O acordo foi assinado pelo prefeito Bruno Reis num evento que contou com as presenças presidente da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), Ricardo Alban, e pela titular da Secretaria de Sustentabilidade e Resiliência (Secis), Edna França, em solenidade na sede do Cimatec, em Piatã.

 

O convênio faz parte de um conjunto de compromissos firmados entre Prefeitura e Senai, no sentido unir esforços para promover cooperação de naturezas tecnológica e científica, visando intercâmbio de informações, treinamentos de pessoal, realização de cursos e conferências para a realização conjunta de programas de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) para a sustentabilidade. Também compõe ações do Plano de Ação Climática, lançado em dezembro de 2020, que traça uma trajetória para a cidade virar zero carbono até 2049 por meio de iniciativas de desenvolvimento sustentável, infraestrutura verde-azul e energias renováveis.

 

O município disponibilizará R$ 1 milhão para fomentar o desenvolvimento de startups. A outra parte dos recursos virá do  Senai-Cimatec . aceleração de soluções e o desenvolvimento das startups, enquanto Senai-Cimatec fará um aporte de mais R$ 1 milhão. “O Cimatec vai contribuir de forma decisiva para esse ecossistema que iremos desenvolver aqui em Salvador, dentro dessa estratégia da Prefeitura de avançar na área de tecnologia e inovação. Vamos ter apoio técnico e conhecimento de tudo que está sendo produzido”, ressaltou Bruno Reis.

 

O prefeito soteropolitano ressaltou que o convênio faz parte do pacote de 11 medidas para retomada das atividades econômicas, lançadas em março passado do ano passado, ainda durante a gestão de ACM Neto (DEM), e que totalizam quase R$90 milhões em investimentos. “Temos que identificar novos vetores de crescimento econômico na cidade, pois, não é apenas o setor de serviço a nossa principal força. Salvador é reconhecida pelo seu patrimônio histórico e, agora, tem que ser também uma cidade inovadora e inteligente”, frisou Bruno.

Foto: Valter Pontes / Secom

Nenhum comentário:

Postar um comentário