OLIMPÍADAS


sábado, 19 de junho de 2021

Em momento de distanciamento, festival online da Educadora quer aproximar fãs e artistas


Em momento de distanciamento, festival online da Educadora quer aproximar fãs e artistas

Em um momento em que cantores, compositores e artistas independentes mais sofrem por conta das medidas restritivas para conter o avanço do novo coronavírus, o edital da 19° edição do Festival de Música Educadora FM pode ser um alento. Em entrevista o coordenador do festival, Paulo Alcoforado, comentou sobre a importância da iniciativa em um momento de tanta dificuldade para os artistas do ramo musical.

 

Como o maior festival de composições da Bahia, a proposta surgiu da própria rádio para estimular a produção independente de música, já que a todo momento artistas baianos apresentavam seus trabalhos à emissora. “Começou da percepção da rádio de que havia um conjunto de artistas baianos que tinham trabalhos para mostrar, e seria de extrema importância promover esses trabalhos", explica.

 

Na última edição a premiação bateu recorde de músicas inscritas, atingindo 1.214 fonogramas de participantes de diversas cidades da Bahia e baianos residentes em outros 9 estados. Também foi registrado o maior número da história de votos populares via internet, alcançando a marca de 132.501 votos em 34 dias. O que foi um desafio para equipe, que teve que se adaptar para comportar a alta demanda devido ao sucesso do evento. “No ano passado nós tivemos que desenvolver uma estrutura de TI, pois todas as interações do festival se deram via sistema: todas as inscrições, trabalho da comissão julgadora, votação online das 150 músicas selecionadas... tudo feito através do mesmo sistema e interação online”. Ainda sobre o recorde de inscrições, acredita-se que a possibilidade de tornar grande parte das etapas no formato virtual ajudou a quem tem acesso a essas ferramentas. “A possibilidade e o suporte facilitou essa entrada, claro, para as pessoas que têm acesso a internet. Pensando que é um festival para as pessoas que moram na Bahia, antes quem não vive em Salvador ou não estava na cidade e não podia entregar pessoalmente no Irdeb (Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia), teria que remeter o material por uma agência dos Correios, então tinha custos e uma série de questões. Já com o sistema, a pessoa acessa, preenche o formulário online e faz o upload dos arquivos solicitados e a inscrição está concluída. Então foi de grande ajuda”, afirma Paulo.

 

 

Uma pesquisa feita pela União Brasileira dos Compositores (UBC) mostrou que, com o fechamento das casas de shows e a proibição das apresentações em bares e restaurantes, como medida para conter o avanço do novo coronavírus, houve impacto em média de 86% do mercado musical, afetando diretamente músicos, compositores, intérpretes, produtores e outros profissionais da música que trabalham de forma independente. O festival traz premiações que variam entre R$ 1.000,00 e R$ 12.000,00 e a reprodução dos trabalhos selecionados na programação da rádio, o que ajuda diretamente esses artistas, fazendo com que o evento tenha uma grande importância para a classe durante esse momento difícil. Para Paulo, o festival cumpre um papel que de alguma forma aproxima as pessoas desses artistas, num momento em que o indicado é o distanciamento.

 

“Cumpre uma primeira função que é: um festival lançado por uma emissora de rádio, então já existe a perspectiva das músicas serem veiculadas na emissora, na programação da Educadora FM - o que do ponto de vista de divulgação já é importante. A segunda função que cobre é: que por premiar categorias de ‘canção’ e ‘instrumental’, isso acaba estimulando a produção direcionada para o evento de quem já produz música ou quem apenas precisava de um incentivo”.

 

A cada ano o evento traz um artista para ser homenageado, e nos últimos anos já passaram por ele grandes nomes como: Tom Zé, Elza Soares, Caetano Veloso, Gilberto Gil e Mateus Aleluia. Em 2020, na 18° edição, o festival fez uma homenagem aos 50 anos de trajetória artística musical de Mateus Aleluia, baiano, compositor, cantor, instrumentista e remanescente do grupo vocal “Os Tincoãs”.

 

 

Alguns detalhes ainda estão sendo acertados, e muitas novidades ainda serão reveladas. Além disso, em maio deste ano, a Rádio Educadora FM lançou uma nova programação, inaugurou novas instalações com seis estúdios e ampliou significativamente o alcance de seu sinal, por meio de um novo transmissor FM e do aplicativo Educadora Play.

 

As inscrições para a nova edição já está aberta, e serão realizadas através do site www.festivaleducadora.com.br até 24 de julho.


por Matheus Lens bn

Nenhum comentário:

Postar um comentário