OLIMPÍADAS


sábado, 28 de agosto de 2021

Com a presença de ministros, Complexo de Escuta Protegida é inaugurado em Conquista

 



Com a presença dos ministros João Roma (Cidadania) e Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos), foi inaugurado nesta sexta-feira, 27, em Vitória da Conquista o Complexo de Escuta Protegida.

Desenvolvido com o apoio do Unicef e da Childhood Brasil, o equipamento visa contribuir com a proteção de crianças e adolescentes vítimas e testemunhas de violência

“A implantação pioneira do Complexo de Escuta Protegida é um motivo de muito orgulho. A iniciativa representa uma mensagem de estímulo para que outros municípios da Bahia e do Brasil possam seguir na mesma direção, considerando a importância do equipamento para a proteção de crianças e adolescentes”, disse a prefeita Sheila Lemos.

“Com a escuta protegida, meninas e meninos contam a história uma vez a profissionais preparados para isso, em um ambiente protegido. Isso evita que eles precisem reviver a violência e recontá-la inúmeras vezes, a diferentes profissionais, nem sempre preparados para isso, gerando sofrimento”, afirma Rosana Vega, chefe de Proteção à Criança do Unicef no Brasil.

Também participaram da inauguração autoridades do Judiciário baiano, Ministério Público, Defensoria Pública da Bahia e Secretaria de Segurança Pública, além de representantes do Unicef e da Childhood Brasil.

Presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), o desembargador Lourival Trindade destacou a atuação do Judiciário no complexo. “Está de parabéns a prefeita Sheila Lemos pela inauguração do Complexo de Escuta Protegida, aliás, o primeiro complexo do Nordeste", afirmou.

O Complexo de Escuta Protegida está voltado à implementação de uma lei de 2017 que prevê o desenvolvimento de políticas integradas e coordenadas pela União, estados e municípios para a proteger crianças e adolescentes. Um dos principais pontos da lei é a criação de ambientes e processos de escuta protegida, para garantir que meninas e meninos vítimas ou testemunhas de violência possam ser ouvidos de forma atenta e cuidadosa, por profissionais especializados.


Reedição PIRÔPO NEWS/ A Tarde Portal Municípios 

Nenhum comentário:

Postar um comentário