OLIMPÍADAS


quinta-feira, 9 de setembro de 2021

Por Bolsonaro e contra alta no combustível, caminheiros fecham via em Feira


Por Bolsonaro e contra alta no combustível, caminheiros fecham via em Feira

Um grupo de caminhoneiros bloqueou o trecho de pista em Feira de Santana, nesta quarta-feira (8). Não há mais informações do ponto exato do ato, mas, num vídeo que a imprensa teve acesso, é possível ver pneus queimados e trânsito lento.

 

No vídeo, um dos caminhoneiros avisa: “quem estiver vindo para o lado de Feira, conhecida como Londres, não venha, não”. 

 

De acordo com o jornal Metrópoles, , o ato é nacional e já atinge, pelo menos, 14 estados no país. Alguns postos, inclusive, já começaram a ficar sem combustíveis.

 

O movimento é organizado por caminhoneiros autônomos, um dia após manifestantes pró-governo pedirem, dentre outras pautas, o fechamento do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Congresso Nacional, em diversos atos pelo país. Além desses temas, os motoristas que aderiram à paralisação cobram a redução dos impostos e do preço dos combustíveis. Pela manhã, na Bahia, já havia acontecido uma manifestação da mesma natureza, mas em Luís Eduardi Magalhães, no Oeste .

 

Boletim emitido na noite desta quarta pelo Ministério da Infraestrutura, com dados da Polícia Rodoviária Federal, revela que o quadro se deteriorou rapidamente durante o dia. No início da tarde, havia registros de problemas em quatro estados. Na nota sobre a situação às 20h30, contudo, o número de estados com pontos de concentração em rodovias federais chegou a 14 estados, dos quais 12 “com abordagem a veículos de cargas”.

 

O texto, que não revela os estados da lista, prossegue: “Outras pautas regionais, indígenas e de produtores locais também foram registradas”. O Metrópoles apurou 10 estados com problemas detectados: Goiás, Paraná, Espírito Santo, Santa Catarina, Mato Grosso, Bahia, Tocantins, Maranhão, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul

Nenhum comentário:

Postar um comentário