OLIMPÍADAS


sábado, 30 de outubro de 2021

Mãe e padrasto de Henry Borel contrataram empresa para melhorar imagem do casal


Mãe e padrasto de Henry Borel contrataram empresa para melhorar imagem do casal

Jairinho e Monique, padrasto e mãe do menino Henry Borel, contrataram  uma empresa de gestão de crise para melhorar a imagem do casal. Eles são acusados de homicídio qualificado e tortura, que culminaram na morte do garoto. São também acusados de fraude processual e coação de testemunhas. 

 

O Jornal da Record teve acesso a novas conversas entre o casal, realizadas dias após a morte do menino. Eles queriam sensibilizar a opinião pública e estavam dispostos a pagar por isso: R$ 49 mil. 

 

O pacote incluiu oito profissionais, que prometeram ajudar o casal a lidar com a situação. O acordo foi fechado por R$ 28 mil. A empresa criou uma página em uma rede social usando o nome de Henry.

 

Os assessores pediram a Monique que enviasse fotos com o filho e contasse sobre passeios que fez com a criança, em uma tentativa de dar credibilidade ao trabalho. Na época, o conteúdo da página não agradou ao ex-parlamentar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário