OLIMPÍADAS


quarta-feira, 27 de outubro de 2021

Ponte Salvador-Itaparica: Vereadores de Vera Cruz buscam apoio de pares para debate


Ponte Salvador-Itaparica: Vereadores de Vera Cruz buscam apoio de pares para debate

A Comissão Especial Parlamentar da Câmara de Vereadores de Vera Cruz, que visa esclarecimentos por parte do governo do estado em relação a construção da Ponte Salvador-Itaparica , segue se articulando para buscar respostas. De acordo com o presidente da comissão, vereador Jorge Carvalho, no próximo dia oito a comissão deve vir à Salvador para fazer uso da tribuna livre da Câmara da capital. 

 

De acordo com Carvalho, o objetivo é reforçar a necessidade de maior transparência do governo em relação a construção do equipamento. "Neste mesmo dia devemos nos encontrar com o prefeito Bruno Reis. Também estamos nos programando para ir a Nazaré, Santo Antônio de Jesus e Jaguaribe. Essa luta continua. Sabemos que nos bastidores existe uma infinidade de negociações que não são claras para a população. Queremos essas respostas", disse.

 

Ainda de acordo com o presidente, após uma reunião com alguns deputados estaduais, ficou definida a realização de uma comissão itinerante. "Até então os deputados se comprometeram a chamar agente para uma reunião com o presidente da AL-BA e com o secretário de Infraestrutura do estado. Esperamos passar por essa fase e conseguir fazer as articulações. Dia 10 a comissão de infraestrutura da AL-BA virá até a Câmara de Vera Cruz para fazer uma sessão itinerante, daí trataremos do caso", revelou. 

 

Dentre outros aspectos a serem definidos, o vereador já pontou que um dos impasses a serem resolvidos é o fato de pessoas baixa renda, que vivem no local onde o equipamento será instalado, mas não tem o título de propriedade dos imóveis, possam ser despejadas.

 

“Recebemos a informação de que quem mora nas invasões e não tem título de propriedade, não vai receber indenização. O governo deve indenizar os donos das terras de acordo com os registros no cartório. Para uma obra que muito provavelmente vai ultrapassar R$ 7 bilhões, o que custa criar conjuntos habitacionais ou pensar uma forma de amparar esse povo?”, indagou durante entrevista ao Bahia Notícias no início deste mês. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário