Últimas Notícias

Após Natal e Ano Novo, casos ativos de Covid em Salvador crescem 866%




No Natal de 2020, antes da chegada da vacina e ainda dentro de várias medidas restritivas, tanto o Governo da Bahia quanto a Prefeitura de Salvador alertavam sobre os riscos de passar as festas de fim de ano em meio a aglomerações. Até mesmo festas de família eram desencorajadas.

 

Este ano, apesar da informação de que a variante Ômicron era a mais transmissível, mesmo entre os vacinados, foram autorizadas festas de Réveillon com até 5 mil pessoas no estado. E os resultados já são sentidos nos números. De 26 de dezembro a 7 de janeiro, o número de casos ativos na capital aumentou 866%.

 

O dia após o Natal marcou o retorno dos boletins completos, após o Ministério Público conseguir restabelecer o banco de dados atacado por hackers . No dia 26, a capital baiana possuía 92 pessoas com a doença ativa - ou seja, com capacidade de transmissão. Nesta sexta (7), o número saltou para 889.

 

E a realidade é ainda mais preocupante. Nesta sexta, quem buscava postos de saúde ou farmácias para realizar testes enfrentou dificuldades, e muitos não conseguiram encontrar vagas disponíveis nem mesmo na rede privada.

 

Na última terça-feira (4), Salvador registrou pela primeira vez, desde o dia 8 de julho de 2020, ocupação de UTIs acima de 60%. A alta aconteceu mesmo depois do anúncio de 10 novos leitos pelo prefeito Bruno Reis .

 

Ainda assim, a vacinação tem se mostrado cada vez mais importante no controle de sintomas mais graves. Ontem, eram 93 pessoas internadas em Unidades de Terapia Intensiva, o equivalente a cerca de 10% de internados entre os casos ativos. No dia 10 de julho, quando a capital tinha 853 pessoas com a doença ativa, 435 vagas de UTI Covid estavam ocupadas por casos graves na cidade (51%).

 

PODE, MAS QUASE ACABOU
Os decretos do Governo do Estado e da Prefeitura de Salvador permitem eventos com até 5 mil pessoas desde que a porcentagem de ocupação de UTIs Covid para adultos não passe de 75%. Assim, as festas continuam autorizadas na capital baiana.

 

Porém, com a quantidade de artistas e pessoas infectadas com o novo coronavírus ou a Influenza H3N2, ao menos X eventos deste fim de semana foram cancelados.


imagem ilustrativa google

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem



header ads