Últimas Notícias

SALVADOR: Mesmo contrário à federação com PT, PCdoB e PSB, vereador Fraga garante permanência no PV


Mesmo contrário à federação com PT, PCdoB e PSB, Fraga garante permanência no PV

Contrariando o desejo já anunciado pelo Partido Verde (PV) para a construção de uma federação partidária com partidos de esquerda - incluindo o Partido dos Trabalhadores (veja aqui) -, o vereador André Fraga disse rejeitar a aliança política que pode fazer com que a legenda adote novos rumos na Bahia. 

 

Na avaliação do parlamentar soteropolitano, não há um alinhamento da agenda política e das forças colocadas no xadrez para com o partido, que é parte da base do Democratas/União Brasil, de ACM Neto, desde 2012.

 

"Tenho feito dentro do PV um movimento posicionado contrário a essa federação. Inclusive, ao meu lado, junto com Eduardo Jorge, estão outros contra. São referências do partido", indicou Fraga, enumerando algumas das motivações que o leva a demarcar oposição quanto ao assunto.

 

Para ele, o Verde é um partido que "historicamente se alia a diversas matrizes ideológicas quando elas assumem compromissos", o que não aconteceria com o elo proposto, que, se consumado, aglutinará petistas, comunistas e políticos do PSB sob um mesmo prisma pelos próximos quatro anos. 

 

"Se associar, da forma como a federação traz, fazendo essa associação durar durante quatro anos, em outras eleições, inclusive municipais, a gente considera um equívoco, especialmente quando a gente fala de partidos de dimensões tão díspares, muito maiores que o PV e que certamente têm as condições de fazer com que o partido reduza a sua capacidade de atuação", salientou.

 

A federação tem previsão de ter uma definição até março, quando acaba o atual prazo de registro das alianças, segundo a resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nº 23.670/2021. 

 

Na última sexta-feira (28), as agremiações envolvidas apresentaram, na Corte Eleitoral, um pedido de reconsideração da resolução que regulamenta as federações. A intenção seria aumentar o prazo limite para agosto, de forma que prevê a lei 14.208/2021.

 

Fraga acredita que a federação entre o PV e os partidos de esquerda possa não se concretizar: "Acho que ainda pode não acontecer". "Estou me colocando publicamente contra. Tenho feito internamente esse debate e é por aí que tenho caminhado", declarou.

 

A possível saída da base do DEM/UB não seria motivo para a saída do vereador do PV, segundo ele mesmo declarou. "Não penso em sair. Não me vejo em outro partido hoje", disse André Fraga ao Bahia Notícias, alegando que sua permanência teria como objetivo a correção da eventual rota percorrida pelo partido. Na sua visão, uma debandada de outros integrantes, no entanto, seria algo "natural". 

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem



header ads