Últimas Notícias

PL passa por debandada e somente um deputado eleito continua no partido


PL passa por debandada e somente um deputado eleito continua no partido

O PL será o partido que deve lançar o ministro da Cidadania João Roma na disputa ao governo da Bahia  e é também por onde o presidente Jair Bolsonaro vai buscar a reeleição. Porém, estes fatores que poderiam atrair candidatos interessados nas vagas para o legislativo por causa dos votos de legenda, parece ter causado o efeito contrário na Bahia.

 

Dos cinco deputados do PL que exercem mandato, apenas Jonga Bacelar deve continuar no partido. A irmã de Jonga, Kátia Bacelar, chega ao partido como primeira-vice. A debandada inclui os deputados federais Abílio Santana, José Rocha e Raimundo Costa e o deputado estadual Vitor Bonfim.

 

Abílio e Costa já estão com o destino definido. O pastor da Assembleia Madureira e vice-presidente da Frente Parlamentar Evangélica da Câmara se filiou ao PSC na semana passada. Já o “Pescador” confirmou sua chegada ao Podemos durante evento na quinta-feira (24).

 

José Rocha ainda não anunciou para qual partido vai, mas adiantou que será uma sigla do arco de aliança do pré-candidato ao governo da Bahia, ACM Neto (UB). Quem também ainda faz mistério em relação ao seu futuro partido é Vitor Bonfim. Porém, ao que tudo indica, ele deve mesmo continuar na base do governador Rui Costa (PT).  O pré-candidato a deputado estadual Manuel Rocha, ex-prefeito de Coribe, filho do deputado federal José Rocha (sem partido) irá se filiar ao União Brasil . 

 

No dia 9 de março quem pulou do barco foi o ex-deputado federal  e então presidente do PL José Carlos Araújo. Ele justificou que a decisão foi tomada pela impossibilidade da legenda apoiar a candidatura de Neto (UB) ao Palácio de Ondina.

 

NOVOS NOMES

Apesar das saídas, o PL baiano vai contar com novos membros, todos seguidores de Bolsonaro. O deputado estadual Capitão Alden e o vereador Alexandre Aleluia devem desembarcar nos próximos dias. Além de Roma, outra que já confirmou a chegada foi a ex-secretária de Saúde de Porto Seguro, Raíssa Soares, pré-candidata ao Senado. Na mesma toada, quem também vai se filiar é a esposa do ministro da Cidadania, Roberta Roma, que vai tentar uma cadeira na Câmara dos Deputados.



por Anderson Ramos Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

header ads