Últimas Notícias

Roma diz que Neto adota postura 'dissimulada' para convencer eleitores de Lula na Bahia


Roma diz que Neto adota postura 'dissimulada' para convencer eleitores de Lula na Bahia

Pré-candidato ao governo da Bahia pelo PL, o ex-ministro da Cidadania e deputado federal João Roma segue sua ofensiva ao se colocar como "opositor real" a governos petistas no estado e no Brasil. Em entrevista ao programa Isso é Bahia, da rádio A Tarde FM, na manhã desta segunda-feira (2), Roma aproveitou a oportunidade para alfinetar seu ex-aliado e futuro adversário nas urnas, ACM Neto (União Brasil). Segundo o parlamentar, o ex-prefeito de Salvador "seguiu o caminho" ao atacar as ações do presidente Jair Bolsonaro (PL).

 

"Deixado o quesito pessoal de lado, o que fica muito claro é quando eu aceitei o convite para ser ministro da Cidadania no governo Bolsonaro, o ex-prefeito se posicionou contrário ao presidente Bolsonaro e contrário portanto a minha ida, a minha posição política. [...] Ele segue o caminho dele, se posiciona não só contra, mas também atacando as ações de Bolsonaro e eu claramente tenho defendido uma clara oposição ao PT na Bahia e no Brasil, diferente dele que tenta uma postura muito dissimulada tentando convencer eleitores do ex-presidente Lula que ele seria o queridinho de Lula", disse o ex-ministro.

 

A seu favor, Roma defende, ainda, uma mudança na Bahia em busca de "oxigenação nas estruturas do poder". Para ele, a alternância entre dois grupos nas últimas décadas "não tem melhorado a vida" da população. "Precisamos de uma mudança verdadeira, uma mudança que coloque posições para um povo que precisa de representatividade. Por um lado você vê um governo que não consegue fazer com que os serviços melhorem a qualidade de vida do nosso povo", disse.

 

"Então desde esse episódio que faz pouco mais de um ano, o ex-prefeito ACM Neto seguiu seu caminho, que é a busca de um espaço de poder e eu sigo o meu ao lado do presidente Bolsonaro, colocando uma postura que a Bahia precisa, de efetiva transformação e oxigenação nas estruturas de poder que durante décadas vem se revezando de um grupo e outro e não tem melhorado a vida do nosso povo", finalizou.

 

SEGUNDO TURNO NA BAHIA

Roma também foi questionado se depositaria seu apoio a ACM Neto em um eventual segundo turno entre o ex-prefeito e o PT na eleição para governador no estado. "Eu tenho caminhado nas ruas e vejo um sentimento forte de mudança na população. Eu acredito que nós estaremos, não apenas no sgeundo turno, mas trabalhando para transformar a realidade da Bahia, diferente do que se viu nos últimos meses, com uma dança de cadeiras, uma troca de cartas, onde cada político poderoso está meramente preocupado com seu espaço de poder. Eu tenho total crença que estaremos nessa disputa", disse.

 

Roma também teceu críticas ao ex-prefeito de Salvador e e o acusou de "sufocar" a gestão de Bruno Reis na capital baiana, além de usar a estrutura municipal "para articulações políticas e interesses pessoais".



por Gabriel Lopes

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
PIROPO NEWS