Últimas Notícias

Prefeito diz que recebeu com 'estranheza' devolução da LDO: 'Questões políticas'


Prefeito diz que recebeu com 'estranheza' devolução da LDO: 'Questões políticas'

A devolução da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) pela Câmara Municipal de Salvador foi lamentada pelo prefeito Bruno Reis. Em entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira (13), o gestor afirmou que recebeu com "estranheza" a decisão da Casa e atribuiu a devolução a "questões políticas".

 

“Afinal de contas, entre a minha gestão e a gestão de ACM Neto, é a 13º LDO que enviamos para a Câmara, todas com o mesmo formato, com o mesmo procedimento, e na calada da noite ela é devolvida. De imediato, no mesmo dia, nós reafirmamos que ela estava totalmente regular e enviamos novamente à Câmara. Espero que não tenha sido uma manobra. Os vereadores da nossa base querem trabalhar, não querem férias e estão focados em fazer o trabalho no Legislativo. A gente espera que a Câmara deixe de lado as questões políticas e cumpra os prazos constitucionais e da Lei Orgânica para aprovação da LDO e outras matérias conforme determina a legislação em vigor”, disse Bruno.

 

De acordo com a Câmara Municipal, a Prefeitura tentou sanar e remendar as irregularidades da LDO apontadas pelo Legislativo em tempo recorde e dar entrada na matéria na Casa (veja aqui e aqui), mas o recesso já estava decretado e o novo protocolo foi feito sem as formalidades legais. A nova análise prévia será feita após o recesso parlamentar do Legislativo soteropolitano, que acaba no dia 2 de agosto.

 

O presidente da CMS, Geraldo Júnior (MDB), rompeu com o grupo do prefeito após a sua indicação para vice na chapa de Jerônimo Rodrigues, candidato do PT ao Governo da Bahia.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

header ads