Últimas Notícias

Jovem recusa fortuna de R$ 22 bilhões deixada pela avó; ‘Não fiz nada para receber’

O caso aconteceu na Austrália e repercutiu nas redes sociais, chamando atenção no mundo todo.

REPRODUÇÃO/ EXAME

Uma jovem da Austrália, chamada Marlene Engelhorn, de 30 anos, recusou 90% do patrimônio como herdeira no valor de 4,2 bilhões de euros (21,9 bilhões de reais) porque acredita que não ficará feliz, porque não trabalhou duro para obter o valor. A australiana é descendente dos proprietários da BASF, uma empresa multinacional de química com faturamento de cerca de 78 bilhões de euros todos os anos.

A herança viria do patrimônio de sua avó, Traudl Engelhorn Vechiatto, que tem 95 anos, e anunciou publicamente que gostaria de deixar o dinheiro para a neta. Marlene disse em entrevista ao jornal local, o Der Standard, que quando foi anunciada como herdeira, percebeu que não poderia ser feliz, e pensou consigo mesma de que algo poderia dar errado.

Marlene foi questionada sobre o que sua avó disse quando abriu mão de sua herança. A jovem disse que a idosa dá a ela muita liberdade para fazer o que quiser. Em entrevista a TV ORF2, Marlene disse que esta não é questão de aceitar, e sim uma questão de justiça. “Não fiz nada para receber esta herança”, afirmou a jovem.

Marlene também disse que não fazia ideia para onde o dinheiro seria destinado, e aproveitou o momento para criticar os ricos, chamando a classe de “neofeudalismo disfarçado de caridade”. A jovem disse que a sociedade não precisa pensar no fato de que milionários podem ser benevolentes.

A jovem australiana também é membro do grupo Milionários Pela Humanidade, uma organização que defende que os super-ricos sejam tratados como os trabalhadores comuns do país.





Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

header ads