Últimas Notícias

ACM Neto diz que adversários fizeram combinação para evitar discussão com ele e destaca estar preparado para governar a Bahia

 



_No bloco final do debate da TV Bahia, ex-prefeito de Salvador ressaltou que irá governar com qualquer presidente eleito_


O candidato a governador ACM Neto (União Brasil) afirmou que seus adversários fizeram combinação nos dois últimos blocos no debate da TV Bahia para evitar a discussão com ele e destacou estar preparado para governar a Bahia. Ele ainda ressaltou que irá governar com qualquer presidente eleito pelos brasileiros e apontou que irá enfrentar os graves problemas do estado, como na educação, saúde e segurança pública. 


“Lamentavelmente, houve aqui uma combinação entre os candidatos para que, nos dois últimos blocos, eu não fosse perguntado, para caçarem a minha palavra. Mas não tem problema nenhum, porque eu venho falando com os baianos desde o começo do ano passado. E eu me preparei a vida inteira para esse momento. Me preparei em mais de 20 anos de vida pública para ser governador do estado da Bahia”, disse, em suas considerações finais. 


ACM Neto destacou que, no próximo domingo (2), só há dois caminhos. “De um lado, votar pela manutenção daqueles que estão aí há 16 anos, tiveram muitas oportunidades e a Bahia hoje é campeã nacional de homicídios, campeã de desemprego, a Bahia tem a fila da regulação matando as pessoas e a pior qualidade da educação do Brasil. Por tabela, ainda leva o secretário de educação (Jerônimo Rodrigues) que deixou a Bahia em último lugar do Brasil como candidato a governador”, continuou. 


O outro caminho, salientou, é votar pela mudança, pelo futuro. “Vocês foram ameaçados a eleição inteira como se eles fossem donos dos votos de vocês, não são. Vá com fé, no dia 2 de outubro vote no presidente que você quiser, no presidente do seu coração, da sua esperança, da sua confiança. E eu te asseguro que se você também votar 44 para governador, eu vou trabalhar com o próximo presidente da república”, frisou. 


O candidato do União Brasil pontuou ter trabalhado, ao longo de seus oito anos de gestão em Salvador, com três presidentes da República diferentes. “Nenhum deles do meu partido. E saí como o melhor prefeito do Brasil, não como o pior secretário de Educação do Brasil. Finalmente, quero dizer a vocês que eu estou nessa luta, nessa caminhada por amor à minha terra”, finalizou.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem