Últimas Notícias

Bate-boca entre Kleber Rosa e João Roma marca quarto bloco de debate na TVE


Bate-boca entre Kleber Rosa e João Roma marca quarto bloco de debate na TVE

Um bate-boca entre Kleber Rosa (PSOL) e João Roma (PL) marcou o quarto bloco do debate entre os candidatos ao Governo da Bahia na TVE, na noite desta terça-feira (6).

 

O bloco começou com uma pergunta de Kleber para os adversários sobre segurança pública. Após a resposta de Roma, o psolista criticou as propostas do ex-ministro de Jair Bolsonaro (PL) e o chamou de “nutella”.

 

“Vim aqui hoje te dar uma aula de realidade. Você empinou arraia? Jogou bola? Jogou gude? Você não sabe nada disso. Você é um almofadinha”, disse Kleber, que foi interrompido por manifestações de Roma e exigiu reposição de tempo após a interferência.

 

Logo após, Roma rebateu a provocação ao responder uma pergunta Jerônimo Rodrigues (PT) sobre ações para o fortalecimento da economia do interior do estado. “Não venha com conversa mole. Não bate um prego numa barra de sabão e fica com essa conversa enrolando os servidores, levando na conversa achando que isso é fazer politica”, disparou o liberal.

 

“Roma segue com sua visão preconceituosa a meu respeito. Trabalho desde os meus 12 anos de idade, já trabalhei em oficina mecânica, como estofador, sobrevivi carregando muito sofá na cabeça. Eu sou trabalhador e sempre fui trabalhador”, respondeu Kleber.

 

SEGURANÇA

 

Nesta parte do programa, os candidatos mostraram suas ideia para reduzir a violência na Bahia. Jerônimo Rodrigues destaquei a necessidade da nacionalização do tema com o debate em todos os estados do país. O candidato do PT também mencionou os investimentos feitos na área nos governos dos correligionários Jaques Wagner e Rui Costa. Propôs viaturas blindadas, melhora na infraestrura das delegacias e aérea de tecnologia e inteleigencia e valorização de profissionais.

 

Já João Roma afirmou que é preciso mudar a postura no enfretamento ao problema. Ele citou que o governo federal mandou R$ 9 milhões e, segundo ele “nem 20% conseguiram executar”. Roma também falou em mais respeito ao policiais e criticou a ausência da Polícia Penal no estado.

 

Kleber Rosa propôs investimento maior na Policia Civil, e destacou a prioridade de  inverter a logística, e investir mais em investigação do que em militarização.

 

 

IMPOSTOS

 

A redução de impostos foi mais um tema abordado no debate. Roma defendeu a diminuição da cara tributária e citou benefícios que a medida pode trazer. “Quando você alivia para o cidadão as coisas melhoram e geram mais empregos. Vou zerar os impostos de gás e diminuir em 80% o ICMS do óleo diesel. Queremos uma Bahia grandiosa para que cada filho de Deus possa melhorar de vida”, argumentou.

 

“A nossa proposta é fazer uma reforma tributária que verse sobre a distribuição de renda. Na proporção, a população que recebe menos é quem paga mais, enquanto as grandes fortunas não são taxadas. Vamos buscar fazer com que as reformas contribuam para o combate a desigualdade social”, planejou Rosa.

 

Já Jerônimo preferiu ser mais cauteloso, afirmando que “gestores nunca lutarão pelo aumento dos combustíveis ou do gás”. “A União poderia muito bem ser corresponsáveis com a devolução futura sem a perda dos estados e municípios no pagamento de salários de servidores!, pontuou.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

header ads