Últimas Notícias

Bolsonaro faz motociata em PE e diz que vencerá em 1º turno


Bolsonaro faz motociata sem capacete em PE e diz que vencerá em 1º turno

O presidente Jair Bolsonaro (PL) participou de mais uma motociata  neste sábado (17), ao fazer campanha em cidades de Pernambuco, encerrada com um discurso em que disse que vencerá a eleição presidencial no primeiro turno. Bolsonaro iniciou a motociata em Santa Cruz do Capibaribe e passou por Toritama antes de chegar a Caruaru. A distância entre as cidades é de 42 quilômetros.
 

Assim, repetiu o que já tinha feito anteriormente, como nos atos do 7 de Setembro, quando esteve numa motociata de 13 quilômetros sem capacete, o que configura infração gravíssima conforme o Código de Trânsito Brasileiro.
 

Ao chegar ao palanque montado para o ato em Caruaru, o presidente disse que será vitorioso em primeiro turno na eleição deste ano, ao contrário do que mostram as pesquisas de intenção de voto.
 

Pesquisa feita pelo Datafolha entre a última terça-feira (13) e quinta (15) mostrou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera a corrida eleitoral com 45% das intenções de voto, uma vantagem de 12 pontos em relação a Bolsonaro, que tem 33% e busca a reeleição.
 

"E um detalhe, para presidente da República nós vamos ganhar no primeiro turno. Vamos mostrar que nós não queremos a volta dos escândalos que tínhamos há pouco, no passado", disse Bolsonaro, logo após pedir votos para candidatos pernambucanos.
 

Num discurso de nove minutos, o presidente disse ainda que o preço da gasolina caiu e que vai investir recursos no Brasil, "não em Cuba ou na Venezuela".
 

Bolsonaro afirmou ainda que vai manter o Auxílio Brasil "lá em cima" num eventual segundo governo. A afirmação foi feita no momento em que o presidente falava dos gastos do governo com a pandemia da Covid-19.
 

"Nós gastamos em 2020 o equivalente a 15 anos de Bolsa Família. Por falar em Bolsa Família, nós atendemos aos mais necessitados. Lá atrás, o Bolsa Família começava pagando R$ 80 por mês para a família e se a família, o chefe, arranjasse emprego, ele perdia o Bolsa Família. No nosso governo, nós acabamos com o Bolsa Família e criamos o Auxílio Brasil, e o valor passou a ser no mínimo R$ 600. E mais, você pode arranjar emprego que você não vai perder o Auxílio Brasil."
 

Em outro trecho do discurso, o presidente afirmou que o país está vencendo a crise, com preços dos combustíveis caindo, assim como o desemprego. "Gasolina lá embaixo, Auxílio Brasil lá em cima."
 

Bolsonaro deixou a cidade para se deslocar a Garanhuns, no agreste de Pernambuco, terra natal do ex-presidente Lula e um dos redutos do lulismo no estado.
 

Em seguida, o presidente irá a Londres, para participar do funeral da rainha Elizabeth 2ª.
 

"Daqui a pouco vou para Londres participar da despedida, dos últimos atos, da rainha Elizabeth 2ª. Contato com chefes de estado do mundo todo", disse.
 

Na Assembleia-Geral da ONU (Organização das Nações Unidas), onde deverá chegar segunda-feira (19), a agenda extra do presidente deverá ser marcada por reuniões bilaterais com presidentes de países que, juntos, somam apenas 0,75% das exportações brasileiras.


por Marcelo Toledo e Diogenes Barbosa | Folhapress

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

header ads