Últimas Notícias

"Por trás de toda mulher forte existe uma outra mulher forte"; diz a escritora feirense Yngreed Souza no livro, Margaridas

Thiago Sampaio (@pxportrait)


A escritora feirense Yngreed Souza lançou na Feira do Livro de Feira de Santana, o livro Margaridas. Yngreed tem 24 anos, é formada pela UEFS e em entrevista ao Conectado News, conta por que decidiu escrever, a inspiração e a temática do livro.

CN - Como aconteceu o seu contato com a escrita e a leitura?

Yngreed Souza - Realmente sou uma escritora jovem, completei 24 anos um dia antes do lançamento do meu livro, sou estudante de letras da UEFS, meu contato com a leitura foi a partir dos meus 9 anos de idade, escrevia cinco somente para guardar mesmo, dar para a minha família, cartinhas, algo que não era para todo mundo, postar, fazer um livro. Então, percebi que a escrita era valorosa, tinha um valor sentimental, que emocionava as pessoas, na universidade, quando ingressei no curso da UEFS em 2018, que eu pude perceber que a minha escrita tocava e emocionava as pessoas, então, continuei escrevendo e decidi que lançaria um livro e tive ajuda da escritora Claudia Gomes, professora do Estado e do município de Feira de Santana, que me incentivou bastante com a ideia do livro, do texto.

Thiago Sampaio (@pxportrait)

CN - Na Feira do Livro você lançou Margaridas. De onde surgiu a inspiração e por que esse título?

Yngreed Souza - Com relação ao nome do livro, há uma história por trás, é o nome de uma tia avó, muito próxima, que faleceu quando eu estava estudando para fazer o vestibular da UEFS. Ela me incentivou muito na época, lembrar dela foi algo muito difícil, antes de fazer a prova achei que não conseguiria passar, por causa do luto, estávamos passando por um processo muito sensível, muito vulnerável, conseguir passar na prova da UEFS em 2018 e tenho certeza que ela estava olhando por mim sabe independentemente de onde ela estava, foi uma mulher querida na minha vida e daí surgiu essa ideia de representar as mulheres da minha família através da escrita, então Margaridas faz uma analogia  a flor  que existiam na casa dela, uma casa com quintal enorme e me recordo quando eu era pequena, uma adolescente, dessas flores e dela contar histórias para mim, e o livro em formato de bolso foi justamente por que ela adorava esse formato de livro, tinha vários, inclusive conheci através dela, uma leitora voraz. Procuro trazer em Margaridas esse conceito, “que por trás de toda mulher forte existe uma outra mulher forte”, ajudando-a nos dias mais difíceis, vejo isso na convivência com os meus familiares, as mulheres da minha família, como minha mãe, avó, tias, tias-avós. Juntei em Margaridas tudo que eu queria falar sobre a minha vida e sobre a representatividade que as mulheres têm em minha vida. 

Thiago Sampaio (@pxportrait)

CN - Seus contatos para quem quiser te conhecer mais, adquirir o livro?

Quem desejar me conhecer nas redes sociais, meu Instagram é yngreedientes, o livro Margaridas, além do físico que você pode adquirir entrando em contato comigo pelo Instagram, também está disponível como e-book através da plataforma Amazon. 

Reportagem: Emanuelle Pilger







Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

header ads