Últimas Notícias

Bolsonaro agora nega prostituição em casa de meninas venezuelanas e, ao lado de Michelle, diz que mulheres do local eram trabalhadoras

 


Presidente tenta se explicar e pede desculpa após ter dito que garotas se arrumavam para 'fazer programa' e 'ganhar a vida'. Em frase que viralizou, ele relatou que passeava de moto e que, ao ver as meninas, 'pintou um clima'.




O presidente Jair Bolsonaro gravou um vídeo nesta terça-feira (18) em que pede desculpa pela declaração sobre meninas venezuelanas em uma casa que ele visitou no Distrito Federal. Após dizer que as jovens se arrumavam para fazer programa, Bolsonaro, ao lado da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, afirmou agora que eram trabalhadoras.
O presidente tenta se explicar após forte repercussão negativa de declarações sobre a visita que ele fez a uma casa onde havia garotas venezuelanas. Em uma das frases, ele chegou a dizer que "pintou um clima" e, por isso, resolveu entrar no local.

No vídeo gravado agora, Bolsonaro dá uma versão de que teve uma "dúvida" e uma "preocupação" sobre as jovens no local, mas que essas incertezas foram esclarecidas pela então ministra Damares Alves.

Segundo Bolsonaro, a ministra foi ao local e verificou que eram meninas "trabalhadoras". O presidente não explica, no entanto, por que voltou a insinuar que as venezuelanas eram submetidas a exploração sexual posteriormente, inclusive em entrevistas na última semana.

Também estava ao lado dele no vídeo María Tereza Belandria Expósito, nomeada embaixadora da Venezuela no Brasil pelo autoproclamado governo de Juan Guaidó, opositor que tentou, sem sucesso, derrubar o governo do presidente venezuelano, Nicolás Maduro.


g1

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
PIROPO NEWS