Últimas Notícias

Debate da Band: Terceiro bloco foca em corrupção e comparações econômicas

Debate da Band: Terceiro bloco foca em corrupção e comparações econômicas

O terceiro bloco do debate promovido pela TV Bandeirantes e transmitido por um pool de veículos de imprensa, realizado na noite deste domingo (16), teve o assunto corrupção e a gestão da economia como protagonistas, ao ser debatido pelos candidatos à Presidência da República Jair Bolsonaro (PL) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

 

Incialmente, o primeiro assunto colocado em questão, pelo jornalista Tiguara Ribeiro, da Folha de São Paulo, foi o fechamento de escolas da rede pública e o inerente prejuízo no aprendizado e acentuamento das desigualdades após a pandemia da Covid-19. 

 

Segundo Lula, a situação deve ser pauta da primeira reunião, em janeiro, junto com governadores e prefeitos de capitais para que, juntos, possam "recuperar a educação desses estudantes". "Dois milhões de crianças estão atrasadas do que as mais ricas e precisamos recuperar", pontuou, se comprometendo com a causa.

 

Na sua vez, Bolsonaro atacou o ex-presidente, atribuindo a ele os baixos índices de alfabetização no país. O presidente alegou que seu governo já está promovendo estratégias de reparação após a pandemia e também comparou os governos de Lula com o dele.

 

Finalizado o primeiro momento, foi a vez dos dois participarem de um embate direto, onde o atual presidente retomou o tema corrupção e provocou o oponente afirmando que o "Petrolão" foi o "maior escândalo da humanidade". 

 

Em sua defesa, Lula disse que a Petrobras se endividou porque tinha que tirar o petróleo do Pré-Sal. Enumerando os dispositivos de investigação, o petista pontuou os avanços da petrolífera ao longo do seu governo e disse que suas ações foram transparentes. "Quero ver você explicar a forma sigilosa como você atuou", disparou.

 

Economia, consumo e índices de desenvolvimento nortearam o programa nos minutos seguintes. Após um longo debate sobre inflação, deflação e transferência de renda, Bolsonaro foi questionado sobre o desmatamento da Amazônia.

 

O atual ocupante do Planalto negou que haja desmatamento e quis comparar as áreas desmatadas antes e as que estão sendo desmatadas agora, durante seu mandato no Executivo.

 

"O Brasil era o país que mais cuidava da questão ambiental", esclareceu Lula, dizendo que pretende promover uma estratégia de agricultura de baixo carbonono e promover o enriquecimento da população a amazônica a partir da biodiversidade.

 

Nos últimos 6 minutos, Jair Bolsonaro voltou a dizer que Lula tem relação com regimes autoritários e com o crime organizado. O ponto foi rebatido pelo ex-presidente petista.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
PIROPO NEWS