Últimas Notícias

Publicidade Jaguaripe 2023

Gusttavo Lima fala sobre possível saída do Brasil após derrota de Bolsonaro

Imagem: © Getty Images


(FOLHAPRESS) - O nome de Gusttavo Lima, 33, virou um dos assuntos mais comentados das redes sociais nesta segunda (28) por uma suposta insatisfação política que o faria vender sua mansão e deixar o país.

Rapidamente, muitas contas e perfis na internet começaram a viralizar a informação de que ele teria dito que sem Bolsonaro no poder ele não teria mais interesse em morar no país.

Porém, trata-se de uma fake news. Procurado, o cantor disse por meio de sua assessoria que é tudo mentira, que a mansão onde mora em Goiânia não está à venda e que não há interesse em viver em outro lugar.

Vale lembrar que Lima é um dos líderes do movimento de artistas sertanejos pró-Jair Bolsonaro (PL). Gusttavo Lima foi dar apoio a ele em Brasília (DF). Essa foi uma das declarações mais expressivas de suporte ao presidente entre os sertanejos, que demoraram a se posicionar politicamente nas redes sociais ou em seus shows.

Mas esse está longe de ser o pior momento de Gusttavo Lima no ano. Em 2022, o músico esteve em algumas polêmicas.

Em junho, ele se viu envolvido no que ficou conhecida como a "CPI do sertanejo", que apurava desvio de verbas em cidades para a contratação de grandes shows. Lima foi alvo de três investigações do Ministério Público.

Ficou comprovado que os cachês de Gusttavo Lima tinham variações de até 50%. Se numa cidadezinha de Roraima ele cobrava R$ 800 mil, noutra, de Minas Gerais, o valor subia para R$ 1,2 milhão. Discussões como essa detonaram uma crise sem precedentes para os sertanejos e puseram o Ministério Público na cola de prefeituras em Minas Gerais, Roraima, Rio de Janeiro, Mato Grosso e Bahia .

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem