Últimas Notícias

Via onde cantor de forró morreu teve 782 acidentes em 11 meses na BA

 Foto: Reprodução/Redes Sociais


 BR-116, rodovia federal onde o emepresário e cantor de forró Luide Pereira Gonçalves morreu, no último sábado (9), registrou 782 acidentes entre janeiro e novembro de 2023. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF) ao g1, o número corresponde a 24% de acidentes ocorridos nas rodovias federais que cortam a Bahia.

O cantor de 49 anos dirigia uma caminhonete e se envolveu em uma batida com um carreta no KM 722, trecho que da cidade de Manoel Vitorino. O perímetro em questão é a principal ligação para quem vem de Vitória da Conquista com destino a Salvador.

Ainda segundo o g1, o trecho específico onde Luide morreu contabilizou seis acidentes. Quatro dessas ocorrências foram graves e levaram a quatro mortes.

Nas rodovias federais que cortam a Bahia, a PRF registrou 3.301 acidentes, também no período de 11 meses.

Veja dados abaixo:

Total de acidentes entre janeiro e novembro de 2023 nas rodovias federais: 3.301

Acidentes graves: 1.144

Feridos: 4.083

Mortes: 502

Total de acidentes na BR-116 (entre janeiro e novembro): 782

Acidentes graves: 273

Feridos: 950

Mortes: 102

Trecho da BR-116, na cidade de Manoel Vitorino:

Total de acidentes: 6

Acidentes graves: 4

Feridos: 11

Mortes: 4

O acidente

O cantor de forró Luigi Pereira Gonçalves morreu em acidente entre carro e caminhão na BR-116, na altura da cidade de Manoel Vitotino, na Bahia, neste sábado (9).

A suspeita da PRF é de que a causa do acidente seja uma ultrapassagem indevida.

O velório de Luide Gonçalves aconteceu no domingo (10), na Loja Maçônica Redenção do Extremo Sul. Já o sepultamento da vítima foi realizado na manhã desta segunda-feira (11) no Cemitério Jardim da Saudade, em Teixeira de Freitas, também no extremo sul do estado.

ibahia.com

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Câmara SAJ - 2024
Câmara SAJ - 2024
Jaguaripe
Jaguaripe

Veja mais notícias do Pirôpo News no Google Notícias
PIROPO NEWS GOOGLE NOTÍCIAS