Últimas Notícias

Vitória termina ano com aproveitamento superior a 50% pela 1ª vez desde 2017

 

Foto: Victor Ferreira / EC Vitória
Marcado pela conquista do título da Série B do Campeonato Brasileiro, o primeiro nacional da história do clube, 2023 serviu para o torcedor do Vitória retomar a confiança. Em 58 jogos, o Leão acumulou 28 vitórias, 12 empates e 18 derrotas, um aproveitamento de 55,2%. É a primeira vez, desde 2017, que esse número é superior a 50%. 

 

Aquela temporada, repleta de incertezas, marcou a permanência do clube na Série A na última rodada. No ano seguinte, contudo, o Rubro-Negro despediu-se da elite e reuniu uma série de campanhas ruins. Confira o aproveitamento do time nessa sequência: 

 

2017 - 68 jogos, 32 vitórias, 16 empates e 20 derrotas (54,9%)
2018 - 67 jogos, 25 vitórias, 15 empates e 27 derrotas (44,8%)
2019 - 57 jogos, 14 vitórias, 23 empates e 20 derrotas (38%)
2020 - 53 jogos, 15 vitórias, 22 empates e 16 derrotas (42,1%)
2021 - 73 jogos, 21 vitórias, 30 empates e 22 derrotas (42,5%)
2022 - 38 jogos, 14 vitórias, 13 empates e 11 derrotas (48,2%)
2023 - 58 jogos, 28 vitórias, 12 empates e 18 derrotas (55,2%)

 

O período é marcado por jejuns do Vitória nos campeonatos regionais. A última vez que o clube alcançou o mata-mata do Campeonato Baiano foi em 2018, quando perdeu para o Bahia na final. Desde então, o quinto lugar foi a melhor posição registrada pelo Leão no certame. 

 

Na Copa do Nordeste, o ano de 2021 marcou a campanha mais relevante do clube, que ficou com a quarta colocação - foi eliminado pelo Ceará na semifinal. 

 

De 2018 a 2023, o Vitória também viveu uma troca constante de técnicos e presidentes. Léo Condé foi o 17º profissional na beira do campo, enquanto Ricardo David, Paulo Carneiro e Fábio Mota ocuparam a cadeira de comando da gestão rubro-negra. 

 

ANO DA RETOMADA 

Depois de um acesso improvável na Série C, o Leão chegou a 2023 com melhores expectativas. Estas, no entanto, foram quebradas no primeiro trimestre. O clube foi eliminado nas primeiras fases do Campeonato Baiano, da Copa do Nordeste e da Copa do Brasil. 

 

O Vitória chegou à Série B apontado como um dos favoritos ao rebaixamento. Estatísticas do site Chance de Gol, por exemplo, calculavam 85% de chances de o time voltar à Terceira Divisão. 

 

No campo, as coisas ocorreram de forma diferente. Com 22 vitórias, seis empates e apenas 10 derrotas, o Leão marcou 72 pontos - maior número do clube na era dos pontos corridos - e conquistou o título da Segundona. 

 

Léo Condé tornou-se o treinador com mais jogos à frente do time desde 2018, com 46. O aproveitamento dele com o Vitória é de 57,2%, com 23 vitórias, 10 empates e 13 derrotas. 

 

Em 2024, o clube tem como meta voltar às finais do Campeonato Baiano e da Copa do Nordeste, chegar às oitavas da Copa do Brasil e se classificar à Copa Sul-Americana via Brasileirão. O primeiro compromisso, válido pelo estadual, é no dia 17, contra o Jacuipense, às 19h15, em local a ser definido. 



Texto: Nuno Krause, bahianoticias.com.br

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Câmara SAJ - 2024
Câmara SAJ - 2024
Jaguaripe
Jaguaripe

Veja mais notícias do Pirôpo News no Google Notícias
PIROPO NEWS GOOGLE NOTÍCIAS