Últimas Notícias

É TÃO BOM. É SALVADOR
É TÃO BOM. É SALVADOR

Defesa Civil de Salvador inicia ciclo de simulados de evacuação em áreas de risco neste sábado (20)

 

Foto: Jefferson Peixoto/Secom PMS 

A Defesa Civil de Salvador (Codesal) inicia, neste sábado (20), o ciclo de simulados de evacuação 2024 em áreas de risco da capital baiana. Duas ações acontecem simultaneamente, nas comunidades de Vila Picasso, na Capelinha de São Caetano, e Voluntários da Pátria, no Lobato, marcando o começo da etapa preparatória para o período de chuvas. As orientações educativas acontecem das 9h às 11h e incluem a simulação de práticas como acionamento de sirene, evacuação através de rotas seguras e acolhimento em abrigos.   

 

Os simulados visam avaliar, em tempo real, o processo de remoção das pessoas das áreas consideradas de risco geológico e ensinar a comunidade como se comportar em uma possível evacuação. Ao todo, serão realizados simulados em 14 áreas da capital baiana. As ações vão acontecer sempre aos sábados até o final do mês de março.   

 

Durante a prática, os participantes têm conhecimento de qual abrigo procurar em caso de evacuação, quais os serviços oferecidos nesses abrigos no momento real, além de saberem a importância da preservação da vida. De acordo com a subcoordenadora da Codesal, Fabiana Santana, os simulados são uma espécie de treinamento para orientar as comunidades, caso as situações de emergência ocorram durante o período das chuvas.   

 

“É um exercício prático que faz com que a comunidade treine a saída dos seus imóveis numa situação de evacuação real. A gente sabe que, durante a Operação Chuva, existem muitas possibilidades de acionamento da sirene e a gente precisa que os moradores já saibam exatamente o que fazer”, diz, ressaltando que a participação da comunidade é imprescindível.   

 

Os ciclos de simulados são realizados anualmente, sempre no período que antecede a chegada das chuvas, em abril.  “Quanto mais treinada essa comunidade estiver, mais rápido ela vai conhecer os protocolos e os procedimentos que precisam ser tomados numa situação de evacuação real”, frisa a subcoordenadora.   

 

Participação popular – Durante as ações educativas, as comunidades recebem orientações sobre rotas de fugas, equipamentos públicos municipais que funcionam como abrigos, requisitos para os benefícios assistenciais e o passo a passo nos pós-acolhimento. Fabiana afirma que a expectativa da Defesa Civil, neste ano, é aumentar o número de moradores nas ações. Em 2023, foram 377 participantes nos 13 simulados realizados.  

 

“Quanto mais pessoas participarem, melhor. Até mesmo as pessoas que não moram na área de risco precisam saber orientar e auxiliar os vizinhos e demais moradores, que por muitas vezes têm filhos, idosos e animais de estimação. A gente precisa que toda comunidade se envolva com essa atividade”, reforça.   

 

Além da Codesal, participam do simulado outros órgãos da Prefeitura, como a Guarda Municipal, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Secretaria Municipal de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esporte e Lazer (Sempre), Ouvidoria e Prefeitura-Bairro, além do apoio do Corpo de Bombeiros. 

 

Programação:  

 

Dia 20/1: Vila Picasso (Capelinha de São Caetano) e Voluntários da Pátria (Lobato).  

 

Dia 24/2: Irmã Dulce (Cajazeiras V) e Mangabeira (Cajazeiras VIII). 

 

Dia 2/3: Bom Juá, Calabetão e Mamede (Alto da Terezinha).  

 

Dia 9/3: Moscou I e II e Creche (Castelo Branco).  

 

Dia 16/3: Mangueira, Olaria e Bosque Real (Sete de Abril).  

 

Dia 23/3: Baixa do Cacau (Lobato/São Caetano) e Vila Sabiá (Calçada). 


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Câmara SAJ - 2024
Câmara SAJ - 2024
Campanha Salvador Capital Afro
Campanha Salvador Capital Afro

Veja mais notícias do Pirôpo News no Google Notícias
PIROPO NEWS GOOGLE NOTÍCIAS