Últimas Notícias

É TÃO BOM. É SALVADOR
É TÃO BOM. É SALVADOR

“Carnaval de Salvador pede mais um circuito oficial”, diz Carolino


foto: arquivo Câmara

 

Vereador diz que Boca do Rio já recepciona o maior Carnaval dos bairros da cidade


Os números oficiais do Carnaval 2024 evidenciam que Salvador comporta mais um circuito oficial para folia. Essa é a avaliação do vereador Antonio Carolino (Podemos) sobre a maior festa popular do mundo.

“É um debate já iniciado na Câmara de Vereadores desde o ano passado, uma solicitação que vem do povo e se implantado beneficiará a todos”, afirma o vereador, autor do Projeto de Indicação nº 47/2023.

Além de sugerir a orla entre os bairros da Boca do Rio a Patamares como endereço oficial da folia, o projeto homenageia o cantor, compositor e puxador de trio Moraes Moreira.

O vereador comenta que, pela primeira vez na história de todos os carnavais, alguns portais da festa tiveram que ser fechados por conta de superlotação, precisamente no circuito Barra-Ondina e no Pelourinho. “Números oficiais dão conta, inclusive, que 11 milhões de foliões estiveram nos circuitos oficiais e nos carnavais dos bairros da cidade nos 6 dias de folia este ano”, comenta Carolino.

“E justamente para evitar a saturação da maior festa a céu aberto do planeta é que novas alternativas devem ser pensadas e colocadas em prática já, para ontem”, continua.

O vereador diz que é preciso “criar novos eixos de desenvolvimento que tragam ainda mais turistas internos e externos, patrocinadores, artistas e fôlego ao principal evento do ano de Salvador, o Carnaval, nos mantendo na vanguarda e definitivamente como a capital da alegria do Brasil”.

“Outra indicação que o endereço para este novo circuito deve ser a orla entre os bairros da Boca do Rio/Patamares é o fato do estrondoso sucesso do Carnaval do bairro da Boca do Rio cujo endereço este ano foi Parque dos Ventos, bem próximo do Centro de Convenções de Salvador”, avalia o vereador.

 

 

 

 

Ireuda Silva alerta para casos de estupro

 

Vereadora ressalta disposição das vítimas em

denunciar importunações durante o Carnaval


A vereadora Ireuda Silva (Republicanos), presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, fez uma avaliação do Carnaval no que se refere à importunação e à violência física e sexual. Idealizadora da campanha "Meu Corpo Não é Sua Fantasia", Ireuda coordenou blitzes educativas no circuito da folia, alertando sobre a necessidade e o dever de se respeitar o corpo e os limites da mulher.

Dados divulgados na quarta-feira (14), mostram que houve um crescimento significativo na mobilização das foliãs para denunciar casos de importunação sexual e outras formas de agressão. Cerca de 244 mulheres procuraram os Centros de Referência de Atendimento às Mulheres, da Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude da Prefeitura de Salvador (SPMJ), instalados nos circuitos, para fazer denúncias. Dessas, 96% foram vítimas de importunação durante a festa.
Ao todo, 2.361 mulheres, de acordo com a prefeitura, buscaram informações nesses centros, um aumento de 39% em relação ao ano passado. No entanto, houve uma redução de 11% nos casos de violência em comparação a 2023, embora dois casos de estupro coletivo tenham mostrado a necessidade de se manter vigilante à face mais abjeta do machismo. "Enquanto a sociedade se mantiver estruturada sobre o machismo, nenhuma mulher estará a salvo. Enquanto os homens não deixarem de ver as mulheres como seres inferiores, desumanizados e descartáveis, muitos deles continuarão a cometer atrocidades como essa. Nesse sentido, apenas a educação e os valores nos salvarão, porque até da lei e da justiça eles debocham", diz a vereadora.

"Por outro lado, o aumento significativo de mulheres que procuraram os centros de referência, seja para denunciar ou buscar informações, mostra que estamos em um caminho positivo. As vítimas devem ser as protagonistas nessa luta, procurando entender que importunação sexual não é normal nem aceitável. É crime! E que ela pode e deve denunciar, direito esse que a lei lhe garante", acrescenta.
Durante o Carnaval de Salvador, a campanha "Meu Corpo Não é Sua Fantasia" realizou blitzes no centro da cidade e no tradicional bloco “As Muquiranas”, alvo de diversas polêmicas nos últimos anos, relacionadas principalmente à violência e importunação contra mulheres. Durante a ação, a blitz conversou com foliões e apresentou materiais informativos, ressaltando a importância do consentimento e do respeito.


_____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 


Randerson Leal destaca urgência

da descentralização do Carnaval

 

Vereador quer que grandes atrações se apresentem nas festas dos bairros

 

O vereador Randerson Leal (PDT) afirmou que o Carnaval de Salvador é a maior festa popular do planeta e, por isso, sempre enfrentará algumas dificuldades. “Isso é normal. O Governo da Bahia e a Prefeitura Municipal de Salvador estão de parabéns pela gestão da festa. Obviamente, temos pontos importantes a considerar, como o horário dos trios e a infraestrutura complicada na Barra, com a quantidade de pessoas, a ponto de fechar as entradas. Portanto, devemos buscar outros locais para realizar o Carnaval e descentralizar a festa”, comentou.

Durante sua participação nas celebrações e conversas com foliões, o parlamentar, que é membro da Frente em Defesa do Carnaval na Câmara Municipal de Salvador, ressaltou que o Carnaval cresceu e requer uma discussão mais ampla por parte do poder público.

“A Câmara Municipal deve iniciar um diálogo com os demais órgãos envolvidos sobre a urgência da descentralização do Carnaval e vou levar essa pauta para a Casa Legislativa. Não podemos nos restringir apenas ao Campo Grande e à Barra/Ondina”, pontuou Randerson.

O vereador disse ainda que grandes atrações como Ivete Sangalo, Claudia Leitte, Bell Marques e Léo Santana precisam se apresentar nos principais bairros de Salvador, como Cajazeiras, Subúrbio, Itapuã, Nordeste de Amaralina e Cidade Baixa. “Valorizando os soteropolitanos e ampliando a descentralização do evento, melhorando a mobilidade para os principais circuitos”, pontuou o parlamentar.



________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


-- 
DIRETORIA DE COMUNICAÇÃO DA CÂMARA MUNICIPAL DE SALVADOR 

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Câmara SAJ - 2024
Câmara SAJ - 2024
Campanha Salvador Capital Afro
Campanha Salvador Capital Afro
Jaguaripe
Jaguaripe
Jaguaripe
Jaguaripe

Veja mais notícias do Pirôpo News no Google Notícias
PIROPO NEWS GOOGLE NOTÍCIAS