Últimas Notícias

É TÃO BOM. É SALVADOR
É TÃO BOM. É SALVADOR

SALVADOR: Ação da SMS em parceria com projeto social atende mulheres em situação de vulnerabilidade



Foto: Bruno Concha/Secom PMS


As mulheres em situação de vulnerabilidade social de Salvador receberam uma ação especial na quarta-feira (6), na Unidade Básica de Saúde (UBS) Virgílio de Carvalho, no Bonfim. A Secretaria Municipal da Saúde (SMS), em parceria com o Projeto Dandara, promoveu a aplicação de implante subdérmico, um método contraceptivo, nas mulheres. A ação faz parte do Março Mulher, programação em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, celebrado na sexta-feira (8).

 

Durante todo o dia, 18 mulheres passaram pela iniciativa. O enfermeiro e assessor técnico da Diretoria de Atenção Primária à Saúde, Abdon Brito, explicou que a parceria com o Projeto Dandara é algo pensado para promover a ampliação dos direitos sexuais contraceptivos em mulheres, trabalhando especialmente com grupos em vulnerabilidade.

 

“É um contraceptivo de longa duração que possibilita uma maior autonomia reprodutiva a essas mulheres. Elas têm vulnerabilidades biológicas, sociais, biográficas, são mulheres de rua, com problemas de endometriose, ou seja, grupos estratégicos que podem se beneficiar desse implante. Por isso, em parceria com o Consultório de Rua da SMS, nós identificamos pacientes e abrimos vagas para a ação. Após a colocação, elas são acompanhadas pelas equipes que orientam e realizam outras ações inerentes ao trabalho do Consultório de Rua”, declarou o gestor.

 

A vice-prefeita e titular da SMS, Ana Paula Matos, reforçou a necessidade dos entes públicos se mobilizarem em prol da qualidade de vida e cidadania para pessoas em vulnerabilidade social. “Com muito carinho e cuidado fortalecemos a iniciativa para acolher essas mulheres. A ação vai além do social, é uma forma de empoderamento do corpo feminino. A disposição desses implantes garante que a mulher possa ter acesso ao controle reprodutivo de forma saudável, bem como estimula o poder de escolha no âmbito da maternidade”.

 

Alívio – Aos 33 anos e com quatro filhos, Gleice Santos aguardava para receber o implante. “Fiquei sabendo pelo projeto que eu faço parte dos moradores de rua e perguntaram se eu tinha interesse. Aí eu corri em busca de colocar, porque não quero mais ter filhos. Essa ação é importantíssima e maravilhosa, porque o que tem de criança à toa por aí, acho muito importante. Estou ansiosa desde o dia que eu soube que ia botar, e estou muito feliz”.

 

Ao entrar no consultório, Gleice tirou as dúvidas com a médica, Renata Barbosa, que sanou todos os questionamentos. “Esse é um método com hormônio, mas não causa engorda. O método (do implante) não para a menstruação, a mulher pode continuar sangrando, mas está protegida. Nos primeiros seis meses, o ciclo pode alterar, aumentando o fluxo ou diminuindo. Então aguardamos esse período para avaliar. Além disso, o método não influencia na amamentação de recém-nascidos, podendo ser colocado em lactantes”, disse a médica.

 

Ansiedade - Jeane Piedade, de 39 anos, ficou sabendo através de uma conhecida a respeito do projeto. “Sou mãe solteira, tenho duas filhas e não quero engravidar mais. A dificuldade aperta, então isso foi uma maravilha. Estou ansiosíssima, nem dormi aguardando o dia de estar aqui e colocar o implante. Era um sonho que está sendo realizado”.

 

Março Mulher – O tema do Março Mulher este ano é “Somos Feitas de Muitas Lutas”. A intenção é dar visibilidade às diversas frentes de luta que transversalizam o cotidiano da mulher soteropolitana, e com foco na mobilização para fortalecimento da atenção integral à saúde da mulher e prevenção do câncer de colo de útero da SMS.

 

 

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Câmara SAJ - 2024
Câmara SAJ - 2024
Campanha Salvador Capital Afro
Campanha Salvador Capital Afro
Jaguaripe
Jaguaripe
Jaguaripe
Jaguaripe

Veja mais notícias do Pirôpo News no Google Notícias
PIROPO NEWS GOOGLE NOTÍCIAS