Últimas Notícias

É TÃO BOM. É SALVADOR
É TÃO BOM. É SALVADOR

SALVADOR: Prefeitura inaugura novo camelódromo no Centro com cobertura isotérmica e capacidade para abrigar 80 trabalhadores


Foto: Betto Jr. / Secom PMS


A Prefeitura de Salvador entregou nesta quarta-feira (6) a revitalização do camelódromo do Relógio de São Pedro, localizado na Avenida Sete de Setembro, no Centro da cidade, cuja área é caracterizada pela forte atuação do comércio popular. A estrutura foi inaugurada pelo prefeito Bruno Reis, a fim de trazer mais conforto para os trabalhadores e para a população.

Com uma área de 282 metros quadrados e capacidade para acomodar até 80 permissionários, o espaço ganhou uma moderna estrutura metálica e telhas com tecnologia isotérmica, capaz de reduzir a sensação de calor, além de iluminação em LED. Também foram disponibilizadas novas barracas, contribuindo para um ambiente mais seguro aos comerciantes informais.

Bruno Reis destacou que o mercado informal é fundamental para Salvador, pois gera renda para milhares de cidadãos, e por isso a Prefeitura tem investido nos últimos anos para dar mais estrutura a esse segmento: “Essa é mais uma área da cidade na qual estamos ordenando o comércio informal. Os camelôs e ambulantes aqui do Relógio de São Pedro receberam uma nova estrutura, com cobertura isotérmica e com melhores posições de trabalho, e com isso poderão trabalhar com mais dignidade”, disse.

“Nós distribuímos aqui barracas galvanizadas de alumínio, que têm depósitos para que os trabalhadores guardem os seus produtos, trazendo mais segurança para as suas mercadorias. Agora, todos aqueles que vêm para esta região da cidade para comprar mercadorias poderão desfrutar do espaço com mais conforto. Portanto, tenho certeza que todas essas ações vão aumentar o movimento e incrementar a renda dessas pessoas, que tiram daqui o seu sustento”, completou o prefeito.

O camelódromo do Relógio de São Pedro possui barracas que comercializam, em sua maioria, itens de vestuário como bolsas, mochilas, calçados, óculos, moda praia, bijuterias e sandálias. Também são vendidos brinquedos e oferecidos serviços de conserto de celulares e de relógios.

Em seu discurso, Bruno Reis lembrou a construção de novos mercados populares, a exemplo das unidades de Itapuã, Periperi, Jardim Cruzeiro, Cajazeiras e a recuperação total do Mercado de São Miguel, na Baixa dos Sapateiros. Ao mesmo tempo, a Prefeitura iniciou uma política de ordenamento do comércio de rua, equilibrando as atividades formais e informais, sendo a requalificação da Avenida Sete e da Joana Angélica dois grandes exemplos deste trabalho.

Bruno Reis ainda afirmou que nos próximos dias a Prefeitura vai realizar outras ações em prol do mercado informal de Salvador: “Vamos inaugurar um novo camelódromo, que é o Centro Comercial de Sussuarana. Também o Centro Comercial de São Cristóvão, que era conhecido como Pé Sujo. E vamos iniciar a construção do Mercado de São Caetano, que será um mercado popular novo da nossa cidade”, citou.

Aprovado - O comerciante Francisco da Hora, de 65 anos, trabalha há 15 anos como vendedor no Relógio de São Pedro vendendo roupas. “Essa intervenção era uma reivindicação antiga nossa, e agora está sendo atendida. A cobertura caiu como uma luva para a gente, porque não fica mais exposto à chuva, principalmente no período de inverno, que dificulta um pouco a vida de quem trabalha na rua”, disse.

Marcos Luís Neves de Almeida, mais conhecido como Marcos Cazuza, presidente da Asfaerp (Associação dos Vendedores Ambulantes de Salvador e Região Metropolitana), diz que a revitalização era um anseio da categoria: “Esse é um investimento da Prefeitura na área social, pois traz dignidade aos vendedores ambulantes, traz dignidade às pessoas que vêm comprar no comércio de rua, traz dignidade a Salvador, embeleza a nossa cidade e a deixará muito mais organizada do que ela já está”, afirmou.

Outras ações - Ainda em seu discurso, Bruno lembrou outras iniciativas em prol do comércio informal da cidade. Ele lembrou que, durante a pandemia, a Prefeitura fez o pagamento de um auxílio emergencial para mais de 20 mil trabalhadores ambulantes do município, através do programa Salvador Por Todos.

“Também criamos o CredSalvador, um serviço de microcrédito para pequenos comerciantes se recuperarem da pandemia. Foram investidos mais de R$20 milhões e tivemos mais de 8 mil MEIs, entre ambulantes e camelôs, beneficiados. Pela primeira vez, um município ofereceu crédito rápido para quem quisesse empreender”, afirmou.

Além disso, a Prefeitura oferece cursos em parceria com o Sebrae voltados para a qualificação de camelôs e comerciantes informais. No último Carnaval, o município concedeu a isenção de taxas a todos os ambulantes e lançou um inédito sistema para credenciamento que acabou com filas e conflitos que ocorriam no período.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Câmara SAJ - 2024
Câmara SAJ - 2024
Campanha Salvador Capital Afro
Campanha Salvador Capital Afro
Jaguaripe
Jaguaripe
Jaguaripe
Jaguaripe

Veja mais notícias do Pirôpo News no Google Notícias
PIROPO NEWS GOOGLE NOTÍCIAS