segunda-feira, 25 de janeiro de 2021

Homem é suspeito de matar esposa com 17 tiros e depois cometer suicídio

 




A mulher ainda estava com o braço direito aparentemente quebrado. Caso foi registrado como morte a esclarecer pela polícia de Ponta Porã.


Um homem de 41 anos é suspeita de matar a esposa com 17 tiros e depois cometer suicídio, na noite de domingo (24), durante uma confraternização familiar, no distrito Nova Itamarati, em Ponta Porã, a 326 quilômetros de Campo Grande.

Segundo informações do boletim de ocorrência, os corpos de Alejandro Antônio Aguilera, de 41 anos, e da esposa dele, Eliane Ferreira Siolim, de 34, estavam na varanda dos fundos da casa do sítio onde acontecia a festa.

Eliane foi atingida por 17 tiros de calibre 9 milímetros e ainda o braço direito aparentemente quebrado. Já Antônio, teria se matado com um tiro na cabeça, conforme aponta o ferimento dele e a munição encontrada ao lado dele.

A arma de fogo de onde saíram os tiros que mataram o casal foi apreendida, assim como as munições deflagradas e um carregador sobressaliente municiado.

O caso foi registrado pela Polícia Civil como morte a esclarecer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário