quarta-feira, 15 de dezembro de 2021

Alexandre de Moraes tranca ação da PGR e mantém investigação sobre live de Bolsonaro

 

Ministro deu prazo de 24h para que a PGR encaminhe as informações já colhidas internamente, "ainda que em sigilo", ao STF e à Polícia Federal

Alexandre de Moraes tranca ação da PGR e mantém investigação sobre live de Bolsonaro

O ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), decidiu nesta terça (14) trancar uma apuração interna da PGR (Procuradoria-Geral da República), mantendo o inquérito aberto sobre a live em que o presidente Jair Bolsonaro (PL) fez uma falsa associação entre a vacina contra a covid-19 e o vírus HIV. 

Na decisão, Moraes ainda deu prazo de 24 horas para que a PGR encaminhe as informações já colhidas internamente, "ainda que em sigilo", ao STF e à Polícia Federal, "sob pena de desobediência à ordem judicial e obstrução de justiça".

"Não há que se falar, ainda, que eventual sigilo atribuído à investigação no âmbito próprio do Ministério Público seja obstáculo ao regular cumprimento de decisão judicial, haja vista que existe a possibilidade de envio da investigação a este relator [Moraes], por dependência a estes autos, com autuação em apartado e sigilosa, com objetivo de preservar eventuais diligências em andamento", disse

Nenhum comentário:

Postar um comentário