Últimas Notícias

Putin ataca a Otan e diz que Ucrânia nunca foi um Estado verdadeiro

Putin fez uma revisão histórica, repetindo o conceito que ele defende desde os anos 2000 de que a Rússia foi "roubada" com a implosão soviética de 1991.


Em um longo discurso em rede nacional de rádio e TV para anunciar o reconhecimento das autoproclamadas repúblicas separatistas russas do leste da Ucrânia, o presidente Vladimir Putin não poupou a Otan e o vizinho de críticas.

Mais do que isso: condensou argumentos anteriores para dizer que a Ucrânia não é um propriamente um Estado, e sim uma parte da Rússia, acendendo ainda mais os alertas do temor de uma invasão.

Historicamente, foi um dos mais duros discursos desde que Putin assumiu a cadeira de premiê em 9 de agosto de 1999, para não mais sair do Kremlin em quatro encarnações presidenciais e um interregno como mandachuva no governo de Dmitri Medvedev (2008-12).

Todo o desprezo pelo Estado ucraniano que Putin havia desenhado em um artigo no ano passado foi colocado para fora. "A Ucrânia virou uma colônia de marionetes. Os ucranianos desperdiçaram não só tudo o que nós demos a eles durante o tempo da União Soviética, mas tudo o que eles herdaram do Império Russo. Mesmo o trabalho de Catarina a Grande."

Segundo ele, há "integração" entre a Ucrânia e a Otan, mesmo sem o acesso formal de Kiev à aliança militar ocidental. De forma sombria, disse que a Ucrânia "está preparando ação militar contra nosso país", aproveitando o erro do presidente Volodimir Zelenski no fim de semana, quando ele ventilou a ideia de buscar ter armas nucleares para deter Moscou.



Notícias ao minuto

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
header ads