Últimas Notícias

Bolsonaro confirma três ministros que vão concorrer no Executivo estadual (CONFIRA)

 


Os pré-candidatos da atual gestão que vão concorrer ao Executivo estadual são: Tarcísio de Freitas (Infraestrutura) por São Paulo; Onyx Lorenzoni (Trabalho e Previdência) pelo Rio Grande do Sul; e João Roma (Cidadania) pela Bahia.

Há também na lista do presidente os pré-candidatos à Câmara dos Deputados: Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia) por São Paulo; ex-ministro Marcelo Álvaro Antônio (Turismo) por Minas Gerais; e ex-ministro Ricardo Salles (Meio Ambiente) por São Paulo.

Bolsonaro ainda citou na live que Tércio Arnaud Tomaz, assessor especial da Presidência, vai compor uma chapa ao Senado pela Paraíba como suplente. O presidente não confirmou outros nomes, como o do ministro Marcelo Queiroga (Saúde), que havia ensaiado disputar o Senado pela Paraíba.

Com Tereza Cristina escalada para o Senado, Bolsonaro descarta a proposta do Centrão de uma chapa com a ministra como vice, o que nos cálculos do grupo governista diminuiria a rejeição do eleitorado feminino pelo presidente. Dessa forma, o chefe do Executivo deixa em aberto se vai convidar o ministro da Defesa, general Braga Netto, ou outro nome para compor a chapa da disputa à reeleição. 

"O resto aí não sei se alguém vai querer disputar alguma coisa, mas no momento temos aqui sete ministros confirmados que se afastarão para concorrer ao Senado ou ao governo do estado", disse o presidente.

O presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (PL) estará nesta quarta-feira (16/03) na Bahia. Seu retorno ao estado, é para visitar o Hospital Santo Antônio (HSA), coração das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID). Na ocasião, será realizado o descerramento da placa da construção do novo prédio do complexo. O Ministro da Cidadania, João Roma, acompanha o presidente durante a visita e é oficialmente o pré-candidato do Presidente na corrida ao Palácio de Ondina.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

header ads