Últimas Notícias

Ministra do STF mantém investigação contra Bolsonaro no caso Covaxin

Relatório apresentou indícios de ilegalidades na negociação do imunizante.

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil


A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou nesta quarta-feira (30) o pedido feito pela Procuradoria-Geral da República (PGR) de arquivar o inquérito que investiga a conduta do presidente Jair Bolsonaro na negociação de compra da vacina Covaxin. 

No ano passado, uma representação de senadores que participaram da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia pediu a investigação, após relatório que apresentou indícios de ilegalidades na negociação do imunizante.

Os parlamentares pediram a apuração do crime de prevaricação, crime contra a administração pública que ocorre quando um servidor retarda ou deixa de cumprir ato que seria sua obrigação.



Metro1 

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem



header ads