Últimas Notícias

Ao menos 20 pessoas denunciam cirurgião plástico preso por cárcere, diz delegada

A mulher foi resgatada pela polícia depois que sua barriga necrosou após procedimento estético feito pelo cirurgião.


Ao menos 20 pessoas já procuraram a Delegacia de Atendimento à Mulher de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, para fazer denúncias contra o cirurgião plástico equatoriano Bolívar Guerrero Silva, segundo a delegada responsável pelas investigações, Fernanda Fernandes.

O médico está preso desde o dia 18 por cárcere privado após uma de suas pacientes, Daiana Chaves Cavalcanti, 36, não ter sido liberada do Hospital Santa Branca, do qual Guerrero é sócio.

A mulher foi resgatada pela polícia depois que sua barriga necrosou após procedimento estético feito pelo cirurgião.

Procurada, a defesa do médico disse que não poderia comentar os casos que chegaram à delegacia porque ainda não teve acesso aos relatos.

Pacientes que procuraram a delegacia afirmaram que ficaram deformadas e com sequelas após terem sido operadas por Guerrero.


Mundo ao minuto

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

header ads