Últimas Notícias

ACM Neto denuncia perseguição de Rui a tenente-coronel que era diretor de colégio da PM de Jequié: "Inaceitável" (ASSISTA AO VÍDEO)



O candidato a governador ACM Neto (União brasil) denunciou neste sábado (17) a perseguição do governador Rui Costa, que exonerou o tenente-coronel Itamar Gondim da direção do Colégio Militar de Jequié. Segundo Neto, a exoneração ocorreu porque Gondim, em sua folga, participou de um evento do ex-prefeito de Salvador na cidade. 

"Sabem por que ele foi exonerado? Porque, estando de folga, portanto não estava serviço, ele foi visto num evento nosso. A gente estava em Jequié na última quinta-feira. Resultado: o governador foi lá, perseguiu um pai de família, uma pessoa que vinha cumprindo corretamente as suas obrigações, que era elogiado e reconhecido por toda a corporação", afirmou Neto. 

ACM Neto lamentou a decisão e se solidarizou com a a corporação. "Agora, o secretário de segurança pública da Bahia (Ricardo Mandarino), que faz tanta bobagem, com a Bahia em primeiro lugar na violência no Brasil, o governador não coloca pra fora. Eu queria aqui trazer a minha solidariedade a todos os policiais militares do estado da Bahia, em especial tenente coronel Gondim. Nós não vamos aceitar esse tipo de perseguição", salientou. 

O candidato do União Brasil ainda condenou a perseguição de Rui à PM. "Governador Rui Costa, olha, eu lamento, mas até entendo o seu desespero. Que você me agrida, que você invente mentira e espalhe fake news. Agora, perseguir um pai de família, perseguir um militar que cumpre corretamente as suas obrigações só porque ele estava num evento nosso, num dia de folga, isso é inaceitável. Se Deus quiser, a gente vai mudar a Bahia e vai mudar a segurança pública a partir de primeiro de janeiro do próximo ano", destacou.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

header ads