Últimas Notícias

SALVADOR: SHOPPING BARRA RECEBE ARTESANATO INDÍGENA NA EXPO CASA ARTESANATO DA BAHIA







Até domingo, artesãs e artesãos indígenas apresentarão seus produtos 

*O indígena na foto é Rubens de Jesus


A Expo Casa Artesanato da Bahia recebe as comunidades Tupinambá, Kiriri e Pataxó na Edição Indígena, que acontece a partir desta quinta-feira (10/08) a domingo (13/08), no Shopping Barra, 4º piso, ao lado do cinema. Durante este período, baianos e turistas poderão adquirir produtos criados pelas artesãs e artesãos indígenas, que utilizam diversas técnicas e matérias primas. Esta edição especial também vai promover discussões sobre comercialização e promoção, através do 2º Encontro de Artesãs e Artesãos Indígenas (10/08).  

Além da comercialização de produtos artesanais indígenas e discussões no encontro em mesa redonda, a Edição Indígena terá uma programação musical para descontrair ainda mais o público no fim de semana.  No sábado, a partir das 18h, quem se apresenta é Lutte, e, no domingo, a partir das 17hs, a dupla Amadeu e Juliana anima o Dia dos Pais no encerramento da primeira temporada da Expo Casa Artesanato da Bahia, no Shopping Barra. O evento é gratuito e aberto ao público.

Das técnicas tradicionais, as(os) artesãs (ãos) indígenas comercializarão, produtos de maior representatividade de sua cultura, entre eles, arco, flecha, cestas de palha, peças utilitárias e decorativas em cerâmicas e madeira e os instrumentos musicais apito e maracá. Além dos acessórios, como brincos com penas, colares de penas, sementes, ossos e miçangas, a moda se destaca nas criações contemporâneas das ecobags, biojoias, camisetas pintadas com grafismos indígenas e outras roupas artesanais.

A diversidade de técnicas representa cada localidade das comunidades indígenas. Em um mesmo objeto são observados os detalhes, como cores, desenhos e materiais, que se identifica se a peça artesanal foi produzida pela artesã ou artesão Tupinambá, Pataxó ou Kiriri. A maioria dos materiais vem da própria natureza, como os aproveitamentos de sementes, cocos, penas, fibras naturais de cipós, piaçava, palmeira do licuri, madeiras e argila. 

“A Bahia tem uma cultura rica, diversificada e tudo isso nasce a partir das vivências do nosso povo. O artesanato da Bahia também é parte dessa caminhada ancestral. Dessa forma, fortalecer o artesanato indígena é uma das possibilidades de apresentar ao mundo a nossa riqueza cultural, expressada aqui pelo saber fazer desses povos, mas também a possibilidade de gerar renda através das vendas dessa produção artesanal. A Expo Casa Artesanto te convida para esse diálogo maravilhoso”, convoca Weslen Moreira, coordenador da Coordenação de Fomento ao Artesanato da Bahia – CFA.

A Expo Casa Artesanato da Bahia também vai promover o 2º Encontro de Artesãs e Artesãos Indígenas, nesta quinta-feira (10/08), a partir das 14 horas, no Shopping Barra. O evento objetiva promover um espaço de fala e escuta, com a presença de lideranças indígenas, artesãs e artesãos, com a finalidade de mapear demandas e oportunidades, na comunicação entre os grupos de produtores, poderes públicos e seus agentes. Já estão confirmadas as participações de Juremar Oliveira (Chefe de Gabinete da SETRE) e de Cláudio Magalhães (Vereador de Ilhéus e liderança Tupinambá) para compor a mesa.

“É uma grande satisfação estar participando mais uma vez do evento do artesanato da Bahia, um evento bastante rico de saberes culturais, onde nós artesãos temos a oportunidade de mostrar nosso trabalho. Vamos levar vários nossos produtos, como maracá, arco e flecha, cocar, colares, cerâmica, e vestes e cestas das fibras da licurizera”, conta Rubens Jesus dos Santos, da comunidade de Kiriri, em Banzaê.

A Edição Indígena vai reunir as seguintes artesãs e artesãos das etnias: 

KIRIRI: Rubens Jesus dos Santos (Aldeia Mirandela), Narcisa Maria dos Santos (Aldeia Pau Ferro), Luandson Conceição dos Santos (Aldeia Araçás – Banzaê), Talita Jesus (Aldeia Marcação – Banzaê), Ivangel Jesus Batista (Aldeia Muquém do São Francisco), e Silvia Jesus Batista (Aldeia Barreiras). 

TUPINAMBÁ: Luciana Barbosa Carqueja (Aldeia Igalha – Olivença), Silmara do Amaral Ferreira (Aldeia Igalha – Olivença), Averaldo Rosário dos Santos (Aldeia Itapuã Ilhéus - Olivença), Laís Eduarda Santos de Almeida (Aldeia Itapuã Ilhéus - Olivença) 

PATAXÓ: Leonidi Farias do Nascimento (Aldeia Boca da Mata - Porto Seguro), Ilvani Cristiano do Amor Divino (Aldeia Velha - Porto Seguro), Rosangela Silva de Lira (Aldeia Velha - Porto Seguro), Tânia Alves Maciel (Aldeia Tibá – Prado), Elizangela Conceição (Aldeia Coroa Vermelha - Santa Cruz de Cabrália), Edivane Silva Santos (Aldeia Coroa Vermelha - Santa Cruz de Cabrália), Daniel Soares Araújo – (Aldeia Pequi Prado - Cumuruxatiba), Maria da Conceição da Silva Aldeia Pequi Prado - Cumuruxatiba), Macaine Pinheiro Oliveira (Aldeia Pequi Prado - Cumuruxatiba) e Welita Cordeiro Braz (Aldeia Pequi Prado -  Cumuruxatiba). 

O evento é uma realização da Coordenação de Fomento ao Artesanato da Bahia, através da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte – Setre, em parceria com a Associação Fábrica Cultural. Apoio do Shopping Barra.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Câmara SAJ - 2024
Câmara SAJ - 2024
Jaguaripe
Jaguaripe

Veja mais notícias do Pirôpo News no Google Notícias
PIROPO NEWS GOOGLE NOTÍCIAS