sábado, 6 de fevereiro de 2021

Ilha dos Frades é listada como tesouro turístico em guia do portal Metropóles

Ilha dos Frades é listada como tesouro turístico em guia do portal Metropóles

A série Brasil na Rota, do portal Metrópoles, listou, neste mês de janeiro,  a Ilha dos Frades como um dos destinos turísticos a serem explorados fora dos tradicionais itinerários de Salvador. A publicação destaca a ilha como ideal para um dia ou pernoite, reforçando a exuberante beleza local, arquitetura histórica e a vegetação abundante. Segundo a publicação, “a queridinha dos soteropolitanos, ainda menos conhecida pelo fluxo turístico massivo de outros estados, é a pedida ideal para quem busca calmaria e sossego sem sair da capital”.

 

O destino possui a forma de uma estrela de quinze pontas, com belas paisagens que incluem praias, lagos, cachoeiras, montanhas, coqueirais e Mata Atlântica bem preservada. Além do momento “pé na areia”, a Ilha dos Frades tem pousadas e restaurantes com direito às delícias típicas da capital do dendê e, como não poderia faltar, arquitetura histórica.

 

Sobre a história, o guia destaca que o título Ilha dos Frades, que, segundo a memória popular, vem de um grupo de Frades que naufragou na Baía, e nadando, conseguiu alcançar a ilha, mas todos acabaram morrendo por invadir o território dos índios que habitavam na região. Posteriormente, a Ordem dos Jesuítas foi proprietária do lugar, até ser expulsa do Brasil pelo Marquês de Pombal. 

 

Entre os pontos a serem visitados, pontuam a praia de Paramana, por de onde chegam e saem as embarcações. O grande atrativo do point, entre restaurantes e barracas de praia, é o pequeno vilarejo de pescadores. Lista ainda a praia de Loreto, o Centro de Memória da Ilha dos Frades, a praia da Viração, os recifes de coral e as piscinas naturais na praia do Tobar, de onde partem trilhas em direção à praia de Tobazinho, a praia Ponta de Nossa Senhora de Guadalupe, entre outros. 

 

SUSTENTABILIDADE 

A importância da conservação ambiental foi colocada como um dos mais importantes pilares de desenvolvimento da região. No local atua a Fundação Baía Viva, organização social sem fins lucrativos que se dedica há mais de 20 anos a revitalizar, incentivar a conservação do meio ambiente e a promover ações sociais nas 56 ilhas do arquipélago.

De acordo com Isabela Suarez, presidente da fundação, é na Ilha dos Frades que fica a primeira praia do Nordeste a receber a bandeira azul, uma certificação internacional oferecida a destinos que se enquadram em quatro requisitos: segurança pública, qualidade do serviço, balneabilidade da água (nível de limpeza) e educação ambiental.


“Existe um trabalho tanto de conscientização quanto de fiscalização da polícia ambiental. O resultado desse cuidado é uma praia que mais parece um aquário, de tantos peixes e animais marinhos que residem ali”, explica Isabela.


O programa mundialmente conhecido deu mais visibilidade ao destino, que reverte o fluxo turístico em qualidade de vida para seus habitantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário