Últimas Notícias

Pastor investigado por abusar de três crianças em Itajá é preso em Goiânia


Em  maio de 2022, em que é comemorado o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, a Polícia Civil deu cumprimento ao mandado de prisão temporária expedido pelo juízo da comarca de Itajá, em desfavor de pastor suspeito de abusar sexualmente de três crianças. Apurou-se que, nos anos de 2017 e 2018, o suspeito aproveitou-se de seu cargo eclesiástico de pastor e do prestígio e confiança dele decorrente, para, em diversas oportunidades, abusar, molestar, importunar sexualmente três crianças que possuíam idades entre 3 e 8 anos na época dos fatos.

A investigação da Delegacia de Polícia de Itajá verificou ainda que, em razão da confiança depositada no suspeito, os fiéis da igreja deixavam os filhos na residência dele. Assim, o suspeito chamava as crianças para assistirem televisão e, na sala de sua casa, abusava delas, passando a mão nas partes íntimas, introduzindo o dedo, além de colocar vídeos pornográficos para as vítimas assistirem.

O investigado, ao ser confrontado pelos genitores das vítimas sobre os fatos por elas relatos, afirmava que as acusações eram falsas, “obra do demônio” que influenciava os pensamentos das crianças. Após os fatos, o suspeito foi transferido pelo ministério religioso para outra cidade, sendo encontrado na data de hoje (18/5) e detido em Goiânia, numa loja do setor Campinas, por policiais civis da DPCA da capital.

A divulgação da imagem do preso foi procedida nos termos da Lei nº 13.869/2019 e da Portaria nº 547/2021 – PC, conforme Despacho do(a) Delegado(a) de Polícia responsável pelo inquérito policial, de modo que a publicação de suas imagens possa auxiliar no surgimento de novas vítimas e testemunhas que façam seu reconhecimento, além de novas provas.


fonte:policiacivil.go.gov.br

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem



header ads