Últimas Notícias

ACM Neto encerra agenda na região de Irecê e destaca: "a gente sai daqui com muito entusiasmo"

 




_Pré-candidato a governador visitou 16 cidades e ouviu da população queixas sobre problemas do estado, como o drama da regulação, a insegurança e o desemprego_


O pré-candidato a governador ACM Neto (União Brasil) encerrou neste domingo (31) a sua agenda pela microrregião de Irecê, com percursos pelas cidades de América Dourada, Cafarnaum e Mulungu do Morro. Foram 16 municípios visitados ao lado do deputado federal Cacá Leão (PP), pré-candidato ao Senado, desde a última quinta-feira (28).


Neto fez uma avaliação dos problemas enfrentados pela população da microrregião. Segundo ele, as queixas coincidem com o que se ouve em toda a Bahia. "As pessoas manifestam a preocupação em conseguir um internamento hospitalar, um tratamento médico. Ou seja, o drama das pessoas de terem que esperar por muito tempo na fila da regulação", disse.


"Então, a ampliação do serviço de saúde para o interior deve ser uma prioridade. Também preocupa o crescimento da violência, que não afeta apenas as grandes cidades, mas toda a Bahia. Infelizmente, o nosso estado é campeão nacional no número de homicídios, e é claro que os baianos de todos os cantos então preocupados com isso", completou o pré-candidato.


Falando especificamente da região de Irecê, existe um grande potencial de produção agrícola por conta do solo fértil. Porém, por falta de um fomento maior do governo do estado, há escassez de água. "Eu destacaria, de maneira muito especial aqui na região, a questão das oportunidades de trabalho. É preciso ampliar o apoio ao homem do campo, à produção rural, à pecuária, aos projetos que precisam acontecer de irrigação", disse.


"Estive, por exemplo, lá no distrito Mirorós do município de Ibipeba. A gente vê apenas um terço daquele projeto de irrigação sendo utilizado. Então, diante de um potencial agrícola tão grande na região, vai ser preciso ter um investimento massivo em infraestrutura hídrica", completou.


Segundo ele, mesmo quem já possui acesso à água tem dificuldade em pagar a conta de energia para bombeá-la. "O estado precisa ajudar o pequeno produtor. Pagar a conta de energia que é altíssima, facilitar o acesso a máquinas e a implementos agrícolas. Também acesso a financiamento, a suporte técnico. São muitos os desafios que dependem do governo, que são uma demanda grande da região, e que, tenham certeza, a gente pretende chegar junto", afirmou.


*Otimismo para a convenção*

No próximo final de semana, ACM Neto e Cacá Leão dão uma pausa na intensa agenda viajando o interior da Bahia, mas por um motivo especial: na sexta-feira (5), realizam a convenção do União Brasil que oficializará os dois como candidatos. O evento será no Centro de Convenções de Salvador, na Boca do Rio, a partir das 9h.


Neto disse que a agenda em Irecê o encheu ainda mais de otimismo para a convenção. "Muito especial viver o carinho das pessoas ao longo dos últimos dias. É claro que a gente sai daqui com muito entusiasmo. Eu estou muito otimista e confiante, não só pelo que as pesquisas apontam, mas principalmente pelo que a gente vem percebendo nas ruas", disse.


"A gente sai fortalecido por essa troca de calor e de energia, por toda essa vibração dos baianos, pela leveza e verdade. Eu sinto verdade nas pessoas que vão às ruas espontaneamente para manifestar o seu apoio e a sua confiança na nossa caminhada. Então, vamos nessa vibração e nesse ritmo, vamos pisar o pé no acelerador, aqui não tem espaço para descanso. E, se Deus quiser, vamos construir uma grande vitória em outubro", completou o pré-candidato.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

header ads